Portalegre

“A PSP é um corpo único” caraterizado pela “proximidade às pessoas”, diz comandante no 141º aniversário do Comando de Portalegre. Fique com as fotos (c/som)

Publicado em Reportagens 19 junho, 2019

Decorreram esta terça-feira (19 de junho), as comemorações do 141º aniversário do Comando Distrital de Portalegre da PSP (Polícia de Segurança Pública), na cidade alentejana, com o Hastear da Bandeira Nacional, missa, exposição de meios que decorrerá até ao dia 20, e uma sessão solene onde decorreu a entrega de condecorações e de recompensas aos elementos policiais que se distinguiram, e a Homenagem a elementos falecidos em serviço.

A RC esteve presente e falou com o Superintendente Joaquim Simão, comandante distrital, que afirma que “a PSP vai aprendendo um pouco com as experiências que vai tendo”, estando sempre a “adaptar-se às necessidades da população”.

“A PSP está sempre a adaptar-se àquilo que são as necessidades da população”
Joaquim Simão

 

O sentimento de segurança da população é um dos principais focos, procurando estar atentos “de modo a que possamos de uma forma rápida responder em termos de atuação”, tentando “acima de tudo fazer prevenção”.

Sobre a adaptação dos meios aos vários tipos de crime existentes no território, afirma que estando divididos por áreas, “quando é preciso juntar meios para um determinado local, não há divisões, a PSP é um corpo único, ataca os problemas quando tem que atacar”.

“Estamos sempre todos no mesmo caminho e com o mesmo objetivo, que é garantir a segurança nas vias públicas”
Joaquim Simão

A PSP, aponta, direciona a sua atuação “para a proximidade às pessoas”, nomeadamente faixas mais vulneráveis como crianças e idosos.

Para a presidente da Câmara Municipal de Portalegre, Adelaide Teixeira é importante “realçar o papel que a PSP hoje tem”, especificando que “não só ao nível da segurança, mas também de outras ações”.

A autarca salienta “o papel de muita proximidade junto da população como é o caso do programa da “escola segura”, o apoio aos idosos, ações contra a violência doméstica, mas também ações de inclusão social”.

“Hoje a polícia tem uma ação completamente diferente daquela que tinha no passado”
Adelaide Teixeira

Adelaide Teixeira considera a PSP “parceiros incontornáveis, representam muito para o nosso território, a tranquilidade com que andamos na rua, a qualidade de vida que temos deve-se a estes homens e estas mulheres”.

O trabalho desenvolvido por esta força de segurança nem sempre é reconhecido, levando a autarca a enaltecer “a importância de celebrar este dia, mostrando a gratidão por aqueles que de uma forma ou de outra contribuem para a nossa felicidade”.

A edil portalegrense, não deixa de realçar aos microfones da RC o facto de Portalegre “ser o território mais seguro do país, o que no mundo de tumulto em que vivemos é sempre uma mais valia”.

Para Cláudio Carapuça, vice-presidente da Câmara Municipal de Elvas é importante referir “a elevada importância em ter esta força em Elvas”. O autarca refere a sua presença na cerimónia como representativa de “que a cidade de Elvas está de mãos dadas com a PSP”.

Cláudio Carapuça considera “que é muito importante para o território e para a região” participar nestas comemorações para que os cidadãos possam “conhecer melhor a PSP e no fundo também agradecer aquilo que tem feito”.

“Tem sido um objetivo claro do Município de Elvas estar ao lado da PSP e comunicamos frequentemente”
Cláudio Carapuça

Questionado sobre as condições que o município procura oferecer à PSP para desenvolver o seu trabalho no território, afirma que existe um contacto constante entre as partes, com uma divisão clara de competências e deveres, mas com o “interesse mútuo de resolver os problemas existentes na cidade”.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30