Viana do Alentejo

Bloco de rega de Viana do Alentejo “vai trazer mais riqueza para o país e certamente criar emprego nesta região”, diz Capoulas Santos no lançamento (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 11 janeiro, 2019

Durante a apresentação do Novo Bloco de rega e circuito hidráulico, que decorreu hoje, em Viana do Alentejo, o Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos mostrou a sua satisfação pelos desenvolvimentos relativos ao Novo Bloco de Rega, bem como ao Hospital Central do Alentejo.

Em declarações á Rádio Campanário, Luís Capoulas Santos disse que “este é um dia que me deixa particularmente gratificado”(…)“este dia, fica marcado com um em que se consegue concretizar aquilo que para muitos era considerado impossível, e estou a referir-me em primeiro lugar ao Hospital”.  Durante uma década e meia bati-me pelo Hospital Central do Alentejo, era outra obra impossível, mas foi conseguida”. “Agora estamos aqui em Viana a concretizar mais uma parcela deste grande projeto que é Alqueva que tem dado um contributo inestimável para a economia do país”. “Trata-se de mais uma obra, de mais um bloco de 4500ha, um investimento muito importante que vai beneficiar todas as freguesias do concelho de Viana do Alentejo e que vai trazer mais riqueza para o país (…) e certamente vai criar emprego nesta região”.

“Estou a cumprir o meu plano de governo”

 

 O Ministro da Agricultura revelou ainda que o seu ministério tem instalados 120000ha “já ultrapassamos a meta que estava estabelecida apenas para 2025 e decidimos agora ampliar para mais 50000ha que esperamos concluir até 2023, só é possível regar mais área com a mesma água porque quer as culturas que foram instaladas quer o métodos de rega permitem otimizar  o uso desse recurso tão escasso que é a água”.

 

Para o presidente da EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva, José Pedro Salema, o lançamento do concurso para mais um bloco de rega em Alqueva é sempre um momento em que “os concorrentes aparecem e começam a preparar as suas propostas”.

Regadio pode “multiplicar a riqueza produzida por área 5 ou por 10 (vezes)

 

 

Nesse sentido, é ai que a EDIA procura “servir aqueles que já fazem algum regadio”, como é o caso de alguns agricultores em Viana do Alentejo, e também “áreas que nunca regaram, sempre estiveram em sequeiro e agora vão poder ser beneficiadas com regadio”.

E portanto, ao serem beneficiadas com culturas de regadio podem “multiplicar a riqueza produzida por área 5 ou por 10 [vezes]”, explicou José Pedro Salema, realçando que “são realidades completamente diferentes, mas muito melhores”.

Também a esta estação emissora o autarca de Viana do Alentejo, Bernardino Pinto, considera que o lançamento do concurso para a construção do Bloco de Rega no concelho é “mais um elemento positivo, a juntar a muitos outros projetos” que a autarquia tem em mãos.

“Mais um elemento positivo, a juntar a muitos outros projetos”

 

No entanto, este é de facto o projeto que vai fazer “toda a economia local ganhar, em particular a agricultura”, em que vai contribuir para “aqueles que já fazem regadio, aumentem” a área beneficiada, tal como “aqueles que não o fazem, o começarem a faze-lo”.

Embora o município vianense viva de uma agricultura extensiva, a identificação dos possíveis interessados em culturas de regadio “começou em 2012”, entre agricultores EDIA e autarquia, que em parceria desenvolveram todo o trabalho de forma a facilitar a implementação do Bloco de Rega.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30