Borba

Conselho de Segurança de Borba "serviu para falar de um problema que existe com a comunidade cigana e tentar encontrar soluções", diz António Anselmo (c/som e fotos)

Reportagens 06 Nov. 2019

Decorreu esta quarta feira, 6 de novembro, a reunião extraordinária do Conselho de Segurança de Borba, em virtude das agressões que os Bombeiros Voluntários de Borba sofreram no interior do seu próprio quartel.

Lembramos que a invasão foi perpetuada por um grupo de pessoas de etnia cigana, tendo alguns bombeiros necessitado de tratamento hospitalar após as agressões.

A Rádio Campanário marcou presença e falou com António Anselmo, presidente da Câmara Municipal de Borba, que começa por referir que “não temos medidas extras previstas para a manifestação”.

“Depois daquilo que se passou, na minha opinião a autoridade está a agir de forma correta”
António Anselmo

 

O autarca explica que “este conselho serviu para falar de um problema que existiu em Borba com a comunidade cigana, no passado sábado, estamos a tentar encontrar soluções para o problema”.

Questionado pela RC se eventualmente se sente desapoiado pela administração central, António Anselmo refere que “não”, acrescentando que “é sempre mais fácil passar as culpas a alguém”.

O edil refere ainda que “iremos ter reuniões com a administração central na quinta e sexta feira para ver o que eles dizem em relação a esta situação”

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31