Evora

BPI disponível na ajuda de soluções para a falta de água e de mão de obra qualificada no Alentejo (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 22 março, 2019

O BPI promoveu esta sexta feira, 22 de março, a 11ª etapa da iniciativa “Encontros BPI”, em Évora. Cerca de uma centena de gestores, empresários e representantes de instituições sociais participaram no seminário onde foi debatido o impacto da ação social na comunidade, com um enfoque particular no trabalho realizado por entidades como a Fundação Eugénio de Almeida e a Fundação “la Caixa”.

A Rádio Campanário marcou presença e recolheu as declarações de Pedro Barreto, administrador do BPI.

Para o administrador o BPI “tem um programa de visita de todo o país” e esperam visitar todas as capitais de distrito no prazo de 2 anos “o que significa fazer 10 encontros em cada ano”.

Pedro Barreto considera que a falta de mão de obra “é um problema transversal a todo o país, inicialmente pensámos que apenas se verificava no interior, as quando fomos para o litoral verificámos que o problema persistia”.

“a maior preocupação que encontro é a falta de mão de obra e a dificuldade em encontra-la para todos os novos projetos que temos”
Pedro Barreto

O administrador explicou aos nossos microfones que ““o BPI é detido a 100% pelo Caixa Bank, que é um banco especial que nasce da ‘Fundação La Caixa’”. Em termos de investimento Pedro Barreto diz que “o orçamento anual é de 580 milhões de euros, dos quais 50 milhões serão canalizados para Portugal de forma crescente”. Durante este ano contam atingir “23 milhões de euros, que irão crescendo ao longo dos próximos anos”.

“o BPI ganha muito em estar no grupo Caixa Bank”
Pedro Barreto

Quando questionado pela RC sobre a disponibilidade do BPI em apoiar projetos relacionados com a menorização da falta de água no Alentejo, Pedro Barreto refere que “Alqueva alterou completamente a realidade na região”, no entanto considera “a utilização dos recursos escassos com muita preocupação”.

Pedro Barreto considera que “todos os projetos que permitam racionalizar a utilização de recursos escassos devem ser apoiados e o BPI está disponível para apreciar e apoiar”.

Quando questionado pela RC sobre a possibilidade de criar parcerias por forma a mitigar o problema da falta de água, o administrador do BPI refere que “o BPI está atento a todos os problemas que acontecem nas várias zonas do país e está sempre disponível, pelo menos, para os avaliar”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31