Redondo

“Certamente não era este país” que os capitães de Abril tinham em mente, declara António Recto, nas comemorações do 25 de Abril, no Redondo (c/som e fotos)

Reportagens 26 Abr. 2017

O concelho do Redondo tem promovido, ao longo do mês de Abril, eventos comemorativos dos 43 anos do 25 de Abril.

 A Rádio Campanário esteve presente nas comemorações, e falou com António Recto, Presidente da Câmara Municipal do Redondo, sobre o significado desta data.

O autarca acredita que “muito ficou por fazer e muito há ainda por se realizar, para que sejam cumpridos os ideais de Abril”.

António Recto acredita que todos nós, e principalmente os políticos, devem estabelecer um diálogo construtivo, para “criarmos um país mais justo, com menos desigualdades, mais justiça, mais solidário”.

Aponta que o que os capitães de Abril, aqui homenageados e recordados, teriam em mente, “certamente não era este país. Era um país totalmente diferente, em que o fosso entre ricos e pobres terminasse, em que a riqueza fosse melhor distribuída, em que as desigualdades fossem eliminadas”, afirma.

Espera que os ideais de Abril se venham a alcançar e a verificar nos próximos anos, não sendo necessário aguardar outros 43 anos para tal.

As comemorações ocorridas ao longo de três semanas, envolveram todas as associações e agentes culturais e desportivos do concelho.

O presidente do município aponta a importância de transmitir e incutir aos “jovens e menos jovens”, às gerações nascidas no pós 25 de Abril, aqueles que foram os objetivos de Abril, e as razões associadas com a revolução.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31