Evora

Depois de objetivos cumpridos no último mandato, “com tranquilidade e serenidade” o PS conta eleger 2 deputados, diz Capoulas Santos (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 05 setembro, 2019

O Partido Socialista fez esta quarta-feira (4 de setembro) em Évora, a apresentação pública da candidatura às Eleições Legislativas pelo Círculo Eleitoral, lista encabeçada por Luís Capoulas Santos.

Em declarações a esta estação emissora presente na sessão, o candidato socialista responde sobre o objetivo de o partido conseguir eleger 2 deputados, afirmando que é algo “que se faz com tranquilidade, e apresentando o melhor galardão” do partido, que é a “demonstração de que aquilo com que nos comprometemos no passado sempre honrámos, mesmo quando parecia difícil”.

É com a consciência de que objetivos serão atingidos, que o partido se considera em posição de “apresentar novos compromissos que vão ao encontro daquilo que são as ambições e aspirações do distrito”.

“O melhor galardão que nós socialistas temos no distrito, é a demonstração de que aquilo com que nos comprometemos, sempre honrámos”
Luís Capoulas Santos

No que concerne às propostas e prioridades apresentadas, aponta 12, aliando ao “compromisso com o programa eleitoral do Partido Socialista” que é transversal a todos os distritos.

Entre as 12 propostas destaca “a criação do curso de medicina na Universidade de Évora, associado ao Novo Hospital”, investimento conseguido pelo PS.

No âmbito da mobilidade, afirma que “o próximo mandato vai ser o ciclo da ferrovia em Portugal”, sendo que “boa parte desse investimento já está lançado e vai atravessar o distrito ligando Sines ao Caia”. Aponta ainda a importância de “finalizar o investimento rodoviário no nosso distrito, finalizando o IP2, encontrando soluções para as variantes às cidades de Évora, Estremoz, Montemor-o-Novo e Vendas Novas que por causa das portagens são atravessadas por camiões pesados”.

Outra medida proposta, no âmbito da expansão do regadio, é “a conclusão dos 25 mil hectares novos de regadio que estão previstos para o distrito”.

No âmbito ambiental, o PS pretende ainda uma “reforma da floresta aplicável na defesa do montado e do seu ecossistema”, visando a sua preservação e expansão.

O PS apresenta ainda a intenção de que o “Governo se proponha com uma estratégia para o relançamento do setor dos mármores”, assente na “conquista de novos mercados […] porque é uma indústria que depende muito da exportação”.

O candidato destaca ainda como medida importante para o distrito, o “apoio à candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura 2027”. No PS, defende, “pensamos que […] se trata de algo que não só justifica vultosos investimentos em infraestruturas da cultura, como permite a promoção internacional” da cidade, contribuindo para potenciar a atratividade turística da cidade “com uma atividade cultural intensa durante todo o ano”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30