Vendas Novas

“É com investimentos destes que vamos atingir a neutralidade carbónica”, diz sec. de Estado. A RC mostra-lhe a inauguração da Extraoils em Vendas Novas (c/som)

Publicado em Reportagens 25 junho, 2019

Foi inaugurada esta segunda-feira (24 de junho) em Vendas Novas, a fábrica Extraoils, Oils 4 the Future, numa cerimónia que contou com a presença de João Paulo Catarino, secretário de Estado para a Valorização do Interior. A unidade industrial que vai transformar óleos alimentares usados em óleos para biodiesel.

A RC esteve presente e falou com o governante que se demonstra satisfeito por ver “territórios de baixa densidade com projetos tão bonitos em áreas de futuro”.

Este projeto, declara, “é um exemplo muito bonito do que está a acontecer um pouco por todo o país”, e que demonstra que os jovens, empresários e autarcas “estão a fazer um país novo”.

Questionado sobre valores de investimento mencionados no seu discurso, explica que é necessário “investir de 27 a 29 mil milhões/ano para em 2050 chegarmos à neutralidade carbónica”.

“É um dia de festa para todos nós”
João Paulo Catarino

 

O investimento então inaugurado, “já conta” para esse objetivo, “já reduz a pegada” com a reciclagem e reutilização de óleos alimentares.

O governante aponta “duas grandes virtudes” da empresa, sendo que “para além de respeitar todas as normas no contexto ambiental, valoriza um passivo ambiental”, transformando-o “num ativo e num produto de valor acrescentado”

Pedro Silva, sócio da empresa, explica a escolha de Vendas Novas para a instalação da fábrica com a sua “localização estratégica”, próxima dos Portos de Setúbal e de Sines.

Sendo “uma empresa que trabalha em Portugal e Espanha”, terá também no país vizinho uma unidade de menor dimensão.

“Partimos o porquinho mealheiro, e investimos em Vendas Novas”
Pedro Silva

 

A unidade industrial ontem inaugurada representa “um investimento de quase 6 milhões de euros”, que “irá ser apoiado em cerca de 1 milhão e 400 mil euros” por fundos europeus que ainda não receberam. O promotor aponta que sempre disse que “com ou sem 2020 vamos fazer a fábrica na mesma”. O objetivo de produção é de “12 mil toneladas por ano nos próximos 18 meses”.

Em termos de empregabilidade, a Extraoils “nesta fase inicial conta já com 12 colaboradores”, esperando-se que esse número suba para os 20 no espaço de cerca de 2 meses. Além disso, a empresa já recrutou 8 motoristas da zona de Vendas Novas.  “Calculamos cerca de 100 colaboradores em 2 anos”, conclui.

No que concerne à responsabilidade social, avança que será criado “um departamento de ação social, que se vai focar só em protocolos com escolas, inicialmente na zona de Vendas Novas e Alentejo, mas depois é para estender a todo o país”. Este direcionar-se-á para a sensibilização para a reciclagem e para “o incentivo à reciclagem de óleos vegetais usados” nos estabelecimentos escolares.

Roberto Grilo, presidente da CCDRA (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo), aponta à RC que este é “um projeto de primeira linha ao nível da Europa, no âmbito da economia circular, do contributo para aquilo que são as metas de redução de CO2”.

Vendas Novas surge como um território afirmado a nível empresarial e industrial, “mas que continua a apresentar novos projetos”.

O dirigente destaca a importância da proximidade aos portos de Setúbal e de Sines, assim como do “projeto da ferrovia que continua a ser uma afirmação, com o centro da Europa no horizonte”.

“Aquilo que aqui está é algo notável ao nível empresarial”
Roberto Grilo

 

“É nestes projetos que temos que continuar a apostar, e é para isto que os fundos servem”, defende, destacando o contributo destes para enfrentar os problemas demográficos da região, através da criação de emprego, nomeadamente qualificado.

Luís Dias, presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas, destaca o facto de sempre ter tido “uma vida económica e um parque industrial com uma dinâmica acima da média”, fator de diferenciação do concelho face aos restantes do Alentejo.

A unidade resulta de um trabalho constante, mesmo em tempo de crise, de procura de investimento para o concelho, aponta.

“Em Vendas Novas temos a única unidade deste tipo na Península Ibérica com esta tecnologia de ponta”
Luís Dias

O autarca salienta que “a perspetiva da empresa é muito alinhada com a perspetiva do Município, de fazer as coisas faseadas com os pés bem assentes na terra”, sendo que depois deste investimento inicial de 6 milhões de investimento que criará cerca de vinte postos de trabalho, a empresa irá numa fase posterior instalar painéis solares para gerar a sua energia.

A Extraoils conclui, salientando a visão dos investidores que apostam “na inovação, nas energias renováveis, na economia do futuro”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31