22 outubro, 2018
 

Estremoz

“É um quartel dentro da cidade, e uma cidade dentro do quartel”, diz Comandante do Regimento de Cavalaria 3 (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 08 novembro, 2017

O Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz (Évora), recebeu na noite desta terça-feira, dia 7 de novembro, um concerto do Orquestra Ligeira do Exército, inserido nas comemorações do 310º aniversário do Regimento de Cavalaria 3 (RC3).

Coronel Paulo Ramos, Comandante do RC3 “Dragões de Olivença”, falou à Rádio Campanário sobre o concerto proporcionado a “toda a cidade de Estremoz”, inserido nas comemorações iniciadas dia 15 de setembro e que terminarão dia 17 de novembro “com a cerimónia militar”.

As comemorações dos 310 anos do RC3 começaram com a “marcha a cavalo, e com alguns eventos sociais e desportivos”, dia 15 de setembro, data em que decorreu a Batalha de Fuente de Cantos, em 1810.

O Regimento de Cavalaria 3 "Dragões de Olivença" tem origem numa unidade do Exército, fundada em 1707, em Olivença, encontrando-se instalada em Estremoz desde 5 de abril de 1875.

Atualmente, avança, “o regimento está a preparar uma força de resposta imediata para a NATO, que tem sido a nossa prioridade”.

Coronel Paulo Ramos iniciou funções no RC3 a 6 de março do presente ano, sendo esta a “primeira vez a comemorar o dia do regimento”. Sobre a sua integração, afirma sentir-se “em casa” e ter sido “recebido como um elemento da terra”.

Questionado sobre a relação do RC3 com as populações do concelho, considera ser “o regimento do país que está melhor integrado com a população”, devido à naturalidade estremocense dos militares que o integram. “É um quartel que está dentro da cidade, e uma cidade que está dentro do quartel”, conclui.

 

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31