Imprimir esta página

Vila Vicosa

Estabeleci os “contactos iniciais” e a “Câmara Municipal de Vila Viçosa acolheu esta ideia”, diz Tiago Salgueiro sobre geminação com Coria del Río (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 11 março, 2019

No âmbito da geminação entre Vila Viçosa e o município espanhol de Coria del Rio, cuja assinatura teve lugar no passado domingo (10 de março), decorreram na vila alentejana várias iniciativas, entre elas a inauguração da exposição “El R@sto del samurai” e a conferência “Los Jápon de Coria del Rio, una huella singular de la Embaja Keicho”, presididas por Juan Manuel Suárez Japón e por Tiago Salgueiro.

Em declarações a esta estação emissora, o investigador de história local Tiago Salgueiro, que estabeleceu os contactos iniciais com Suarez Jápon, seu antigo professor, afirma que “os resultados a médio prazo poderão ser muito efetivos”.

“Uma pequena história pode dar origem a um intercâmbio cultural e turístico que pode ser muito relevante e exponenciar a promoção do nome de Vila Viçosa”

Tiago Salgueiro

Depois de contactar com um antigo professor que lhe tinha dado a conhecer a história das visitas nipónicas, a proposta foi apresentada à autarquia onde “foi bem acolhida”.

O historiador aponta que “estes laços únicos que nos unem ao Japão podem ser muito importantes no futuro do ponto de vista patrimonial, económico, turístico”, nomeadamente atraindo turismo japonês e coreano.

Neste âmbito, podem inclusivamente ser criadas rotas, num trabalho mais concreto, sendo que, avança “em primeira mão”, “há uma equipa que neste momento está a trabalhar nesse projeto, em termos da divulgação desta história que faz a ligação ao Oriente”.

A influência do Japão “poderá ser até relevante de vista da candidatura de Vila Viçosa a património mundial”, aponta, assim como esta geminação que confere uma “ampliação do nome de Vila Viçosa no contexto ibérico”.