Estremoz

Estremoz dá a conhecer história de Évora Monte através do arquivo da antiga Câmara Municipal (c/some fotos)

Publicado em Reportagens 07 junho, 2019

Decorreu na tarde desta sexta-feira (7 de junho) em Estremoz, a inauguração da exposição ‘Memórias históricas de Evoramonte’ que ficará patente na Sala de Exposições do Arquivo Municipal até ao dia 30 de setembro.

A RC esteve presente e falou com Márcia Oliveira, vereadora da Cultura do Município de Estremoz que afirma que Évora Monte é uma “freguesia relativamente pequena, mas que tem um património histórico, militar, arquitetónico extremamente importante, e isso deixa-nos orgulhosos e curiosos por saber mais”.

Juntando o espólio do Arquivo Municipal e da Junta de Freguesia, “descobrimos curiosidades” sobre a forma como a sociedade funcionava, destacando “uma curiosidade muito interessante”, de que há 101 anos já se pensava em fazer um Centro Interpretativo da Convenção, projeto anunciado no mês de maio, no ano em que se assinalam os 185 anos da assinatura da Convenção de Évora Monte.

António Serrano, presidente da Junta de Freguesia de Évora Monte, afirma que a população de Évora Monte, “faz jus à sua memória histórica que está bem patente na exposição” e “continua a primar pelo rigor e pela união, pela capacidade de iniciativa”.

Ao espólio existente no Arquivo Municipal, foi acrescentado o espólio existente na Junta de Freguesia de Évora Monte, por esta cedido, que assim “encontra um lugar para poder ser estudado e conservado em condições, e estar disponível para que todas as pessoas o possam consultar”.

Com a montagem da exposição, foi possível conhecer “uma série de factos históricos, de tradições religiosas, das festas, das obras realizadas em diversas infraestruturas”, avança.

Também a esta estação emissora, Sílvia Russo, responsável pelo trabalho de pesquisa e elaboração da exposição, diz à RC que o trabalho foi realizado através do arquivo municipal de Estremoz que “tem à sua guarda documentos do arquivo municipal de Évora Monte”.

Sílvia Russo explica que “foi feito um auto depósito de pela Junta de Freguesia de Évora Monte, o qual veio juntar-se à documentação já existente” e que veio servir também de documentação para realizar a exposição.

Questionada se o trabalho levou que fossem feitas descobertas sobre esta localidade, Sílvia Russo responde afirmativamente e sublinha que “a documentação revela-nos muito daquilo que muitas vezes desconhecemos”, principalmente quando se trata de uma localidade que tem muitos factos históricos, e não só, para contar.

Segundo Sílvia Russo, a comunidade de Évora Monte já em séculos passados “era muito unida, de festejos, organizada em termos de obras e preocupada com a população”, que considera primar pela capacidade de gestão.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30