Vila Vicosa

Os núcleos “são pilares” do Sporting Clube de Portugal, diz Rogério Alves no aniversário do Núcleo de Vila Viçosa (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 03 dezembro, 2018

O Núcleo do Sporting de Vila Viçosa, assinalou o seu 20º aniversário no passado domingo (2 de dezembro), com um almoço comemorativo, no qual estiveram presentes Rogério Alves, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal (SCP), e a artista Maria José Valério.

Rogério Alves, em declarações à Campanário presente no evento, afirmou que os núcleos “são a prova viva e o testemunho inequívoco de que o Sporting” é um clube de Portugal, e que “todo o território nacional que deve ser considerado em plena igualdade na devoção” ao clube.

Destaca a importância de os dirigentes estarem presentes junto aos núcleos, como forma de reconhecimento, estímulo e agradecimento pelo trabalho desenvolvido.

Defende que o trabalho dos núcleos “deve ser apoiado e devem ser criadas condições para que os sócios que vivem mais longe de Lisboa possam participar na vida do clube em condições de igualdade […] nomeadamente descentralizando os meios de votação”. Este é um dos pontos fulcrais que será proposto pela nova direção do SCP, aponta.

“Sinto o clube em franca recuperação”

 

A nova direção do clube aponta a sua atuação para a “unificação do clube, mobilização dos sócios e dos adeptos em prol do novo projeto que saiu vitorioso das eleições”.

Questionado sobre os efeitos para o SCP da situação com o ex-presidente Bruno de Carvalho, defende que o clube tem que ser mobilizado “para a vitória, e não estar sistematicamente a lamber as feridas do passado”, avançando estarem “fortemente empenhados que as coisas correspondam à normalidade”.

“Além de estarmos satisfeitos com esta mudança, o que é necessário é estarmos empenhados em fazer que ela dê certo, apoiando a equipa”

Os desejos dos adeptos direcionam-se para a “normalidade, união, mobilização (do clube) para a vitória”, defende Rogério Alves.

Em jeito de balanço sobre a situação do SCP, afirma que estarem “na generalidade das modalidades com significado” e “em excelente posição para alcançar os títulos”. Na modalidade do futebol em concreto, “estamos muito perto da liderança”, estando “tudo em aberto para a possibilidade de lutarmos até ao fim pelo título”.

Rui Costa, presidente do Núcleo do Sporting de Vila Viçosa, diz que “é uma alegria enorme ver esta casa cheia, o transpirar sportinguismo que temos hoje em Vila Viçosa”.

Tendo sido mais fácil conseguir a reunião de tantos adeptos do que inicialmente esperava, Rui Costa afirma que “vamos continuar com o espírito sportinguista e com a garra de tudo o que nos faz mover e estar à frente do núcleo estes anos todos”.

"Vamos continuar com o espírito sportinguista e com a garra de tudo o que nos faz mover e estar à frente do núcleo estes anos todos"

“A primeira coisa que nós pensamos é em Vila Viçosa”, defende quando mencionado o facto de o evento te contado com a presença de representantes do Núcleo do Benfica de Vila Viçosa.

“Deixamos o nosso clubismo um bocadinho à parte e convivemos uns com os outros”, conclui.

A artista Maria José Valério, que dá voz ao hino do clube, também marcou presença no aniversário, onde afirmou à RC que os núcleos são “uma das forças vivas do nosso clube”.

“Os núcleos são uma das forças do Sporting”

 

Neste sentido, Maria José Valério destaca a importância de “os clubes fazerem reuniões e espetáculos”, fazendo sempre questão de estar presente quando convidada.

Questionada sobre os acontecimentos que levaram à saída de Bruno de Carvalho da presidência do SCP, aponta ter vivido com intensidade todo o processo, e que tem “boa impressão” do novo presidente, Frederico Varandas.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31