Reguengos de Monsaraz: Sede da Reserva Dark Sky Alqueva inaugurada em Cumeada, com a presença do Secretário Estado das Autarquias Locais (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 03 outubro, 2016

Foi inaugurada na passada sexta-feira, dia 30 de setembro, a sede da Reserva Dark Sky Alqueva.

A cerimónia contou com a presença do Secretário de Estado das Autarquias Locais e da Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, e a Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, presidiram á inauguração da sede da Reserva Dark Sky Alqueva, que vai ficar instalada no antigo edifício da Escola Primária de Cumeada, localidade do concelho de Reguengos de Monsaraz.

Para além dos anfitriões, José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, e Apolónia Rodrigues, Presidente da Genuineland, na cerimónia estiveram também Roberto Grilo, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora, e João Torres, Presidente da EDP Distribuição.

O Clube Dark Sky, como vai ser denominado, terá uma sala para palestras e o observatório astronómico, com telescópios adquiridos pela autarquia. Gonçalo Jordão, muralista que integrou a equipa de Direção de Arte do filme "Grand Budapest Hotel", vencedor no ano passado do Óscar nessa categoria, pintou um mural no edifício, onde se pode ver a imagem da Reserva Dark Sky e a via láctea.

A Rádio Campanário presenciou a cerimónia de inauguração e falou com o Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz que evidenciou a importância do projeto para o concelho, “porque centraliza uma série de esforços e uma série de entidades à volta do astro turismo, que é uma aposta desta região. Temos uma reserva certificada das mais puras do mundo, temos um céu com níveis de poluição lumínea baixíssimos, e temos que valorizar muito este nicho de mercado. O que aqui está é uma porta de entrada neste território, que possibilita com equipamento bastante inovador, fazer investigação, possibilita os turistas virem até nós e serem bem recebidos e aconselhados a viajar por todo o território e a conhecer os agentes que estão no território, os agentes de turismo de habitação que têm guias do céu, o observatório Lago Alqueva que já existe muito próximo daqui, em Monsaraz, tudo isso com pessoas especializadas, que os recebem e organizam visitas (…) aproveitando um espaço que há meses atrás era um edifício em ruinas, um edifício lindíssimo, uma antiga escola primária do plano centenário e que foi recuperado com muito amor e carinho”, acrescentando que, “era o último que não estava recuperado no nosso concelho e que tem hoje uma utilidade muito forte para este território”.

Para o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, trata-se de um projeto inovador, “num município pequeno, com cerca de 10 mil habitantes, com uma grande área, um município que tem reconhecidas dificuldades financeiras, e a minha presença aqui, também assinala isso, o reconhecimento do enorme esforço que esta Câmara Municipal tem feito no sentido de ter as finanças saudáveis e sãs, e isso, é determinante para se olhar para o futuro”. Salienta que “o reconhecimento, a par desse caminho de saneamento financeiro”, não fez com que a Câmara Municipal deixasse de olhar para o futuro, “e este é um projeto de futuro, e por vezes é nas pequenas grandes coisas, os nichos, que nós encontramos soluções, e este é o exemplo disso, que reúne uma requalificação do património, um património que estava abandonado e que faz parte da história desta comunidade, dar-lhe uma nova funcionalidade, e uma nova funcionalidade de futuro e que tem grandes potencialidades de captar, não só os de cá (…) mas essencialmente captar gente de fora que aqui venha, que aqui fique, que aqui gaste o seu dinheiro, que também é importante para a economia, e assim se consiga maior desenvolvimento”.

Roberto Grilo, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, expressou que este foi um projeto “apoiado no período de programação 2007/2013, no âmbito do Inalentejo, com um apoio FEDER na ordem dos 400 mil euros, e estamos perante um projeto inovador”.

Acrescenta que é na sede da Reserva Dark Sky, que vão ser promovidas “ações de formação e investigação relacionada com a temática, e é um projeto que é inovador, disruptivo e que assenta numa visão fundamental da nossa estratégia de desenvolvimento regional e que tem a ver com a questão da preservação ambiental, que tem permitido que a região Alentejo venha a ser olhada de uma forma completamente diferente. Simultaneamente com essa preservação ambiental, tem vindo a permitir ser, também, um projeto inovador, que permitirá com estas características todas, vir a desenvolver oportunidades para a própria região”.     

O programa da inauguração iniciou-se às 19h00 com degustação da edição especial do Sharish Gin Dark Sky Alqueva, seguiu-se a atuação do músico escocês Sandy Kilpatrick. Este cantautor radicado em Portugal há mais de uma década lançou no ano passado o seu mais recente disco, "The Shaman's Call", que marca o fim de uma intensa jornada pessoal de introspeção e de composição, mas também um novo ciclo na vida do artista.

Às 19h40 realizou-se uma palestra dedicada à população da aldeia de Cumeada, intitulada "Um passeio pelo Cosmos", proferida por Miguel Claro, astrofotógrafo oficial da Reserva Dark Sky Alqueva. Pelas 20h20 foi apresentado o sistema da EDP de iluminação eficiente e não poluente, seguindo-se a assinatura do protocolo entre o município e a EDP Distribuição, que visa a substituição em todo o concelho das luminárias de iluminação pública que utilizam lâmpadas de vapor de mercúrio por luminárias com tecnologia LED. Nesta ocasião foi assinado o protocolo de cedência do espaço para a sede da Reserva Dark Sky Alqueva, entre a autarquia e a Genuineland.

Às 21h00 teve lugar a inauguração oficial do Clube Dark Sky e pelas 22h30 Miguel Claro fez uma visita guiada ao céu Dark Sky. A partir das 23h40 foi a vez de assistir a um recital de piano e violino com Mauro Dilema e Andreia Vaz, da Escola de Artes da Universidade de Évora, concerto que assinalou o Dia Mundial da Música.

A Reserva Dark Sky Alqueva, que integra os municípios de Reguengos de Monsaraz, Portel, Alandroal, Mourão, Moura e Barrancos, foi a primeira do mundo a obter a Certificação Starlight Tourism Destination, atribuída pela Unesco e pela Organização Mundial do Turismo, atestando as caraterísticas únicas do céu noturno nesta zona do Alentejo. Com esta reserva pretende-se criar um produto turístico diferenciado, preservar e conservar o ambiente e obter compromissos claros no âmbito da sustentabilidade económica e ambiental, como a redução da fatura energética e o posicionamento privilegiado em novos mercados que tenham impactos positivos na região.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31