Imprimir esta página

Borba

Sovibor acolheu “O Pranto de Maria Parda” com encenação de Maria do Céu Guerra (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 13 novembro, 2018

Inserida na programação da Festa da Vinha e do Vinho que decorre em Borba, a peça “O Pranto de Maria Parda” da autoria do dramaturgo e poeta português Gil Vicente, encenada por Maria do Céu Guerra, foi um momento alto no que toca ao cariz cultural do certame, sendo a Sovibor (Sociedade de Vinhos de Borba) o “palco” desta iniciativa.

A atriz e encenadora Maria do Céu Guerra explicou aos participantes, após a encenação, que “o vinho é aqui usado em tom metafórico”, pois Maria Parda fala da sequia relativamente a este mas, com a fome implícita à mensagem, porque naquela época morria-se de fome em Portugal.

Esta peça teatral contou com a presença de António Anselmo, Presidente da Câmara Municipal de Borba, bem como o Professor da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, Carlos Cupeto que, em declarações à RC afirmou que há dois anos e meio, começaram “a fazer em Évora umas tertúlias à volta do tema do vinho e (…) tiveram imenso sucesso” e isso levou-os a desenvolver o projeto. Em 2017, este projeto foi apresentado ao orçamento participativo Portugal e conseguiu financiamento. “Conseguimos implementá-lo nas várias regiões vitivinícolas do Alentejo, Borba é uma delas, por excelência; e agora, aqui estamos na Festa do Vinho e da Vinha”, declara.