Estremoz

Tomada de posse da maioria do MiETZ na Junta e Assembleia de Freguesia de Evoramonte quer a vila como “a menina bonita do concelho” (c/som e fotos)

Reportagens Escrito por  17 Out. 2017

Na passada segunda-feira, 16 de Outubro, a sede da Junta de Freguesia de Evoramonte acolheu a cerimónia de tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia, eleitos no ato eleitoral de 1 de Outubro.

No que diz respeito à Assembleia de Freguesia de Evoramonte, o Movimento Independente por Estremoz – MiETZ recolheu 170 votos dos 317 votantes, correspondendo a uma percentagem de 53,63%.

De notar que no mandato anterior, no que concerne este órgão, havia sido dirigido pelo Partido Socialista, eleito em 2013 com uma percentagem de 50,87%, correspondendo a 175 votos dos 344 votantes.

Para o Executivo, o ato eleitoral de 1 de outubro resultou na eleição de:

Presidente do Executivo – António Serrano (MiETZ)

Vogal – João Paulo Oliveira (MiETZ)

Vogal – Joaquim Pegacho (MiETZ)

Relativamente à Assembleia de Freguesia, do ato eleitoral resultou:

Presidente da Assembleia de Freguesia – Bruno Oliveira (MiETZ)

1ª Secretária – Patrícia Serradeiro (MiETZ)

2º Secretário – João Rafael Oliveira (MiETZ)

 

António Serrano, eleito presidente do executivo, declarou à Rádio Campanário que o momento de tomada de possa é encarado como um “regresso a casa”, onde embora não resida na localidade há alguns nos, indica ter-se “mantido ligado”.

 “O MiETZ tem obra neste concelho”, afirmou o eleito, acrescentando que “com o apoio da Câmara Municipal, Evoramonte tem muito a ganhar” e “permite-nos estar bem com a Câmara, Assembleia Municipal e com as pessoas”.

O eleito pretende fazer de Evoramonte “a menina bonita do concelho”, quer dizer com isto, “ter outra visibilidade”, reiterando a importância de que as pessoas “se sintam bem em casa, sintam que têm a sua terra limpa e um serviço na Junta de Freguesia com proximidade”.

“Evoramonte tem todo o potencial turístico”, afirmou António Serrano, que, quando questionado sobre a criação de emprego no setor, refere que “parte muito da iniciativa privada” em que a Junta e a Câmara “podem impulsionar”.

Também Bruno Oliveira, eleito presidente da Assembleia de Freguesia, declarou a esta estação emissora que “o amor que sinto pela minha terra e quando for chamado a corresponder em termos de trabalho e efetividade, estarei cá”.

Segundo o eleito, “as dificuldades, hoje em dia, são enormes”, reconhecendo que “o trabalho de campo tem que ser feito” e nas freguesias rurais “é o principal”, acrescentou.

No entanto, Bruno Oliveira declara “aguardar” pelos “grandes projetos que a Câmara diz que tem e a junta que poderá fazer”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31