9.8 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Abril 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

1ª pedra da Residência de Estudantes de Sines lançada dia 8 na presença da Ministra Elvira Fortunato

Na próxima semana, o Instituto Politécnico de Setúbal vai assinalar de forma oficial dois dos seus grandes projetos para 2024, um deles em Sines.

A primeira pedra da futura residência de estudantes na cidade de Sines vai ser oficializada numa cerimõnia que contará com a presença da Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato assim como do secretário de Estado do Ensino Superior, pedro teixeira.

O evento está agendado para segunda-feira, dia 8, a partir das 15h00, no Loteamento Municipal Residência de Estudante, junto à Escola Secundária Poeta Al Berto, em Sines.

Com capacidade para 47 , as futuras residências de estudantes do IPS em Sines vai nascer num terreno cedido pela Autarquia de Sines, num investimento no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior, coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e com financiamento do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR).

No dia 9, cabe à cidade do Barreiro receber a comitiva ministerial, no âmbito de uma visita institucional com início pelas 15h00, na Avenida da Escola dos Fuzileiros Navais, e que se prolonga, a partir das 16h00, nas instalações da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro (ESTBarreiro/IPS), para uma sessão de apresentação do projeto da nova residência e de outros atualmente em curso, designadamente a ampliação e remodelação da residência de estudantes de Setúbal e a construção de um edifício próprio para Escola Superior de Saúde (ESS/IPS), no campus de Setúbal.

Com um investimento de 2, 65 milhões de euros, em Sines, o futuro equipamento visa a criação de condições para a instalação de uma escola superior do Politécnico de Setúbal naquele concelho.

Já no dia 9, o Politécnico de Setúbal, lança também a 1ª pedra de um outro investimento, uma residência de estudantes no Barreiro, um projeto com capacidade para 50 camas, num investimento de 3,6 milhões de euros.

As obras têm arranque previsto para o próximo mês de fevereiro, com um prazo de execução de nove meses.

Populares