19.8 C
Vila Viçosa
Sexta-feira, Junho 14, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“A relação entre Rondão de Almeida e Nuno Mocinha está muito melhor, complementamo-nos em prol do melhor serviço ao concelho”, diz Comendador (c/som)

O Comendador Rondão de Almeida, enquanto exerceu funções de presidente da Câmara Municipal de Elvas, viu em Nuno Mocinha o seu delfim. No entanto divergências políticas acabaram por afastar o ex-autarca do atual.

Esse afastamento parece sanado, tendo o Comendador Rondão de Almeida assumido competências e funções delegadas pela autarquia presidida por Nuno Mocinha.

Neste sentido a Rádio Campanário questionou Rondão de Almeida, que começa por referir “evidentemente que estou satisfeito”.

O Comendador refere que “não sendo social democrata, identifico-me com Rui Rio, quando ele diz que trabalhar para os outros não quer dizer que estejamos no poder, é uma responsabilidade muito grande de quem está na oposição”.

Rondão de Almeida considera que “quando nos propomos a uma eleição para um determinado cargo, vamos depender dos votos que tivermos”, acrescentando que “não nos podemos irresponsabilizar se por acaso perdermos a votação”.

“A minha obrigação, estando no poder ou não, é continuar a trabalhar em prol deste concelho e dos elvenses”, declara.

“Continuarei a trabalhar para este concelho enquanto Deus me der saúde”
Rondão de Almeida

 

No âmbito mais pessoal, Rondão de Almeida refere que “as relações pessoais nada têm que ver com as responsabilidades que cada um tem na sua função”, acrescentando que “são questões pessoais que têm o seu quadro onde são tratadas”.

Para o Comendador “a relação institucional entre Rondão de Almeida e Nuno Mocinha está muito melhor”, afirmando que “continuamos cada um com o seu ponto de vista, mas possivelmente a complementarmo-nos na maneira de prestar o melhor serviço a esta população”.

Populares