12.6 C
Vila Viçosa
Domingo, Maio 19, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Agricultores consomem mais de 390 milhões de m3 de água em Alqueva!

Já se encontra disponível, em edia.pt, o relatório de caracterização dos clientes da EDIA em 2022.

Com este relatório pretendeu a EDIA sistematizar e analisar toda a informação existente sobre os clientes da Empresa, por forma a proceder a uma caracterização dos mesmos. Este conhecimento, permitirá à EDIA, no âmbito da sua atuação, uma melhor adequação da sua atividade, especialmente na área da sustentabilidade, quer a nível interno, quer a nível dos seus stakeholders.

Nas suas principais conclusões pode aferir-se que os clientes da EDIA, no que diz respeito ao fornecimento de recursos hídricos, podem ser divididos em 3 grupos:

  • Agricultores, composto pelo grupo mais numeroso de clientes, quer a nível individual, quer como sociedades. São geralmente denominados os “regantes de Alqueva”. Este grupo de agricultores foi criado com a implementação de Alqueva, e a disponibilização de recursos hídricos, a qual começou, de forma mais consistente, após 2010.

Este grupo representou em 2022 o maior volume de água consumido em Alqueva 390.388.989m3, que é 76 % do total.

  • Associações de Beneficiários, pré-existentes à implantação do projeto de Alqueva, gerem Aproveitamentos hidroagrícolas limítrofes. Nalgumas situações, como no caso dos Perímetros de Rega do Roxo e de Odivelas, a sua implementação foi realizada tendo por pressuposto a sua ligação ao Alqueva.

O volume consumido em 2022 foi de 105.677.593 m3, representando cerca de 20 % do total distribuído por Alqueva.

  • Empresas do Grupo Águas de Portugal, representam os setores de consumo prioritários. O volume consumido foi de 9.691.651 m3, o que representa 4 % do total.

Em termos de áreas regadas, a soma dos grupos “agricultores” e “Associações de Beneficiários”, foi perto dos 151 mil hectares, enquanto o abastecimento público se dirigiu a 13 concelhos do Alentejo.

Com este trabalho consegue-se uma abordagem integrada da componente socioeconómica do EFMA que permitirá, no futuro, caracterizar com maior fiabilidade, as principais partes interessadas presentes no EFMA e que influenciam a EDIA e/ou são influenciadas pelo desempenho da Empresa.

Pode consultar o Relatório aqui:

https://radiocampanario.com/novo/wp-content/uploads/2023/03/Relatorio_Caracterizacao_Clientes_EDIA_2022.pdf

Populares