20.9 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Maio 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Aldeia da Muda no concelho de Grândola, vai renascer com Arte e Urbanismo um projeto de 200 milhões.

No Alentejo, a aldeia da Muda testemunha uma transformação significativa com o surgimento do empreendimento Muda Reserve. Este projeto, liderado pela Vanguard Properties, ocupa uma vasta área de 350 hectares onde estão sendo construídas 175 moradias e 50 quintas de 5 hectares cada, todas já vendidas. A iniciativa representa um investimento de 200 milhões de euros e visa alcançar a neutralidade carbónica.

Além do desenvolvimento imobiliário, o projeto procura revitalizar a aldeia da Muda. “O nosso objetivo sempre foi que os nossos empreendimentos fossem motores de desenvolvimento regional, atraindo investimentos, fixando residentes e elevando a qualidade de vida local. Isto inclui a criação de infraestruturas de apoio, como comércio, uma capela, áreas de lazer e desportivas, e extensos espaços verdes”, afirma José Cardoso Botelho, CEO da Vanguard Properties.

Neste contexto, a empresa planeia investir mais de 3,5 milhões de euros em instalações sociais, lúdicas e desportivas para a comunidade local, com 1 milhão de euros destinados especificamente para a arte.

O elemento artístico assume um papel central no enriquecimento cultural da região. A Vanguard Properties estabeleceu uma colaboração com o artista VHILS e a Câmara Municipal de Grândola para criar quatro obras de arte destinadas aos espaços públicos do Muda Reserve, que posteriormente serão doadas à autarquia. Entre estas, destacam-se três esculturas — dioramas que se integram na topografia local e que representam a figura anónima, uma temática recorrente na obra de VHILS.

Uma quarta obra artística, uma grande escultura de 800 m2, será instalada perto da capela projetada pelo arquiteto Francis Keré, galardoado com o Prémio Pritzker em 2022. Esta peça proporcionará uma experiência única ao nível do solo, sendo plenamente apreciada apenas de uma perspetiva aérea.

Este empreendimento insere-se numa estratégia mais ampla da Vanguard Properties, que inclui também o projeto “Terras da Comporta”, abrangendo componentes hoteleira, turística e residencial, com espaços dedicados ao comércio, cultura, saúde, educação e desporto na região.

Foto: MCG

Populares