27 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Maio 28, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Alentejo com menos de 20% de água no solo e Portugal com 97% do território em “seca severa”

Foram divulgadas na passada terça-feira, 14/06, imagem dos satélites Copernicus que demonstram os estragos causados pela seca, no reservatório da Bravura, na zona de Lagos. Em 2017 o satélite capturou uma imagem do mesmo local, e ao visualizar as imagens de 2017 e 2022, nota-se grande diferença

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), mais de 90% do território português é afetado pelas secas. A falta de precipitação unida a temperaturas anormalmente altas, está a causar uma seca “severa” em cerca de 97% do território nacional.

 O sul do país tem sofrido largamente, especialmente o reservatório da Bravura, que em maio deste ano se encontrava a 14,6% da sua capacidade. As imagens adquiridas pelos satélites Copernicus Sentinel-2 em 14 de junho de 2017 e 8 de junho de 2022 demonstram como o local tem sofrido gravemente com a escassez de água.

Os índices de seca já eram esperados, tendo em vista a indicação do IPMA de que o mês de maio seria extremamente quente e muito seco, tendo como temperatura média os 19,19 graus Celsius. Essa temperatura, para o período do ano, é muito superior ao normal, uma anomalia de mais 3,47 graus.

O Alentejo é uma das regiões gravemente afetadas, tendo percentagens de água no solo inferiores a 20%, no final de maio.

As divulgações das imagens do reservatório da Bravura ficam a cargo do programa europeu Copernicus que inclui dois Observatórios de Seca, geridos pelo Serviço de Gestão de Emergência Copernicus, que fornecem indicadores de seca e alerta precoce para secas na Europa e em todo o mundo.

 

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui

Imagem: EUROPEAN UNION, COPERNICUS SENTINEL-2 IMAGERY

Populares