18.7 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Junho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Alentejo regista a taxa de excesso de peso mais baixa do país

O Alentejo, é a região do país que regista a menor taxa de excesso de peso (pré-obesidade e obesidade). Contudo, este valor situa-se acima dos 50%.

Segundo o relatório «Retrato da Saúde 2018», divulgado pelo SNS – Serviço Nacional de Saúde que contempla Portugal Continental, 53,4% da população da região Alentejo é obesa, quando a média nacional se situa nos 57%.

O maior valor é registado na região Norte com 58,6%, seguindo-se a região Centro com 56,3%, a região Algarve com 55,5%, e a zona de Lisboa e Vale do Tejo com 53,6% de população obesa.

Segundo o mesmo, 25% das crianças têm excesso de peso (pré-obesidade + obesidade), assim como 81% dos idosos (8 em cada 10). No que concerne aos adultos, 59% dos homens e 55% das mulheres.

As causas desta condição que atinge mais de metade da população, prendem-se com insuficientes níveis de exercício físico, hábitos alimentares inadequados, nomeadamente com excesso de calorias (açucares e gorduras).

Recorde-se que tal como noticiado anteriormente pela RC, em entrevista com o presidente da APCOI (Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil), a taxa nacional de excesso de peso das crianças entre os 2 e os 10 anos de idade, é de 28,5% (12,7% obesidade). Estes valores tinham como estudo uma amostra de 17.698 crianças, oriundas de escolas de todo o território português, participantes na 6ª edição do projeto «Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável», no ano letivo 2016-2017. No Alentejo essa taxa é de 23,4%, sendo a par com a região do Algarve, a mais baixa do país.

Populares