24.8 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Junho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Ana Sofia Neves apresenta o seu “Percurso” de pintura no Cine-teatro Florbela Espanca (c/som e fotos)

Foi inaugurada este sábado (6 de Maio) a exposição de pintura “Percurso”, que estará em exposição até ao dia 28 de Maio e expõe um conjunto de telas de variados temas da autoria de Ana Sofia Neves.

Ana Sofia Neves é uma jovem pintora natural de Vila Franca de Xira, licenciada pela Universidade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, onde se licenciou em Escultura. Enquanto pintora já fez mais de 80 exposições, individuais ou coletivas, em países como Portugal, Espanha, Estados Unidos da América, França, Polónia, Bulgária, Japão e Bélgica.

A Rádio Campanário esteve na inauguração da exposição e falou com a artista Ana Sofia Neves, que nos revelou que a exposição destes 29 quadros “são desde os meus primeiros, até aos últimos”.

Segundo a artista, a exposição que tem quadros desde que começou a pintar, procura “mostrar às pessoas que aquilo que nós hoje fazemos não nasceu do nada”, quanto ao que se pode encontrar nestes quadros serão temas variados que vão “desde o retrato á paisagem, a vários géneros”.

“Existem sempre bastantes referências á minha terra”, disse Ana Sofia Neves e revela também que o seu percurso na pintura começou por volta dos 11 anos de idade e hoje “não me consigo imaginar sem pintar”, acrescentou.

Ana Sofia Neves não tem um estilo preferido de pintura, mas “talvez a nível técnicas existam coisa das quais eu mais gosto”, referenciando o pastel de óleo, o carvão e “tudo o que tenha a ver com um desenho mais definido”.

A Rádio Campanário falou também com Ana Rocha, Vereadora da Câmara Municipal de Vila Viçosa, que começou por referir a limitação que neste momento o Cine-teatro Florbela Espanca apresenta de momento, mas a galeria onde se encontra a exposição “ainda nos vai sendo possível utilizar”.

Segundo a Vereadora, a artista “em boa hora contactou a Câmara Municipal de Vila Viçosa” e desde o início “qua a Câmara se mostrou disponível para que isso acontecesse”.

“Para quem aprecia este tipo de cultura, é deslocar-se ao Cine-teatro Florbela Espanca”, diz Ana Rocha acrescentando que a exposição é “uma tradução do percurso que esta jovem pintora tem feito”.

{gallery}vv_exposicao_Percurso{/gallery}

Populares