32.9 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Julho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

António Anselmo defende que os ideais de Abril, não visavam “aproveitarmo-nos da miséria dos outros, para dizermos que fizemos alguma coisa” (c/som e fotos)

António Anselmo, Presidente da Câmara Municipal de Borba, presidiu às comemorações do 25 de Abril, no município, onde falou com a Rádio Campanário sobre a relevância da data.

O autarca afirma que é uma data para recordar os nossos ascendentes, que lutaram acreditando que “o mundo poderia ser melhor”.

A Revolução dos Cravos, defende, deve ser respeitada, pois “um povo sem memória, não é um povo”, valorizando a democracia e o desenvolvimento alcançado, com a mesma.

Aponta, contudo, que as dificuldades das pessoas, a miséria alheia e a caridade não devem ser exploradas. Considera bastante negativo “aproveitarmo-nos da miséria dos outros, para dizermos que fizemos alguma coisa pelos outros”.

O altruísmo e a humildade são caraterísticas essenciais aos políticos, para trabalhar em prol do povo, que “é quem mais ordena”.

“O povo não quer caridadezinha, o povo não quer esmolas, o povo quer trabalho”, declara o Presidente da Câmara Municipal de Borba.

 

{gallery}borba_25abril17{/gallery}

Populares