2.6 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Atropelamento A6 Évora: Família do trabalhador recorre e quer Cabrita julgado por homicídio

A família do trabalhador Nuno Santos, que norreu atropelado na A6, pela viatura onde seguia o ex-ministro Eduardo Cabrita recorreu para o Tribunal da Relação de Évora, da decisão do Juiz de Instrução que não pronunciou Eduardo Cabrita e Nuno Dias, chefe de segurança, para irem a julgamento.

A família de Nuno Santos quer que o antigo governante seja julgado pelo crime de homicídio por negligência, conforme notícia avançada pela CNN.

A família entende que o principal culpado foi o ex-ministro, tendo decidido não recorrer quanto à decisão do Chefe de Segurança uma vez que , em seu entender, a culpa deste foi “diminuta”.

A defesa de Eduardo Cabrita já adiantou que vai contestar o recurso apresentado pela família do trabalhador.

Recorde-se que, até ao momento, o motorista Marco Pontes, é o único acusado formalmente, pelo crime de homicídio por negligência.

O acidente ocorreu em 18 de junho de 2021, quando Nuno Santos, um funcionário de uma empresa responsável pela manutenção na A6, foi fatalmente atropelado pelo veículo em que seguia o então Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Populares