28.7 C
Vila Viçosa
Domingo, Maio 26, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Autarcas e empresários do Baixo Alentejo discutem apoios do Governo às micro, pequenas e médias empresas

A Confederação Portuguesa das Pequenas e Médias Empresas (CCPME) – Núcleo de Beja, realizou no passado sábado, dia 6 de Fevereiro de 2021, um Webinar com a presença de mais de 40 participantes com o objetivo de se proceder á análise das medidas de apoio aos Micro, Pequenos e Médios Empresários que o Governo tem em curso.

Nesta reunião estiveram presentes os presidentes de Câmara de Serpa e Vidigueira, juntamente com diversas associações empresarias e empresários de vários sectores de atividade do distrito de Beja. 

Segundo a CCPME, “verificou-se uma enorme apreensão por parte dos participantes sobre a forma como o governo está a lidar com a situação pandémica.” Deste modo, o Núcleo de Beja, “continuará a exigir do governo a atribuição às empresas dos meios que lhe são indispensáveis para permitir resistir à atual crise e relançar a recuperação dos seus negócios.”

Em destaque, nesta reunião, foram mencionadas problemáticas como o nível dos valores dos apoios, a dificuldade de acesso aos mesmos e a celeridade com que são disponibilizados os apoios aos empresários.

Os autarcas presentes na reunião, “apresentaram as várias medidas que os seus respetivos municípios estão a tomar para combater a crise económica que neste momento assola o país, e de certa forma mitigar os impactos negativos que as medidas do governo estão a causar aos Micro, Pequenos e Médios Empresários dos seus concelhos,” lê-se no comunicado da CCPME.

O Núcleo de Beja, relembra a importância deste tópico salientando que, “os Micro, Pequenos e Médios Empresários são 99,8% do tecido económico nacional.”

A CPPME vai continuar a promover iniciativas de contacto com empresários e associações de empresários de forma a manter um contato próximo com a sua realidade, de forma a registar as suas preocupações e assim contribuir para a criação de medidas concretas e que vão ao encontro das necessidades que os empresários demonstram nesta crise pandémica.

 

Populares