2.6 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Fevereiro 28, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Barragem do Caia com mais 18,5 milhões de m3 de água : “descargas estão em cima da mesa” diz Luís Rodrigues, AB Caia(c/som)

A chuva que caiu intensamente no Alentejo na passada semana ajudou as barragens e Albufeiras da Região Alentejo a aumentarem a sua capacidade de armazenagem de água, bem essencial e cada vez mais escasso, e que obriga a uma utilização eficiente.

A Barragem do caia, a maior do distrito de Portalegre, que abastece os concelhos de Elvas, Campo Maior, Arronches e Monforte, apresenta no dia de hoje, 22 de janeiro uma cota de descarga de 95,42%.

Considerando a subida verificada nos últimos dias, a Rádio campanário falou com Luís Rodrigues, da associação de Beneficiários do Caia, sobre este reforço de água na barragem e se estão a ser pensadas descargas, tendo em conta que o nível de água da barragem está muito próxima do volume de descarga(190.000.000 m3).

De acordo com o responsável, no mês de janeiro, com particular incidência nos últimos dias, de dia 17 a dia 22, “verificou-se um incremento de 18,5 milhões de m3 de água na Barragem, o que fez subir a barragem em cerca de 1 metro.”

Luís Rodrigues especifica que “só este fim de semana entraram na Barragem 12 milhões de metros cúbicos de água” acrescentando que neste momento o volume armazenado na Barragem é de 182 milhões de m3 de água”.

Para já, refere, “estamos numa situação de tranquilidade .”.

No que diz respeito à possibilidade de serem efetuadas , brevemente, descargas na Barragem, Luís Rodrigues refere “essa hipótese está em cima da mesa , no entanto, e tendo em conta que nos próximos dias não há previsão de chuva, vamos deixar encher mais um pouco e a partir daí tomar a decisão de as efetuar ou não, caso se justifiquem.”

A Direção da associação de Beneficiários do Caia vai reunir ainda esta semana , reunião onde deverá ser tomada a decisão de realizar ou não descargas nesta Barragem.

Recorde-se que a última vez que ocorreram descargas nesta Barragem foi o ano passado, 2023, o que já não acontecia há uma década.

Populares