26.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Junho 15, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Bispo de Beja depois da polémica entrevista, diz:”Não há lugar para os abusadores no sacerdócio”

 Dia 7 de Março, durante uma entrevista a uma televisão portuguesa referi que Deus perdoa a todo aquele que se arrepende e repara os danos causados pelo mal que praticou.

Por meu desacerto no modo e na oportunidade do que disse, dei a entender que subestimo a enorme gravidade dos abusos sexuais de menores e que o perdão de Deus permite ao abusador retomar a sua vida normal como se nada tivesse acontecido. De nenhum modo é esse o meu pensamento. Compreendo a decepção que provoquei dentro e fora da Igreja e a todos peço perdão.

Clarifico agora o meu pensamento:

 

1. Os abusos de menores são da máxima gravidade. Os seus efeitos são devastadores. Se praticados por homens dedicados a Deus, são ainda mais graves e são blasfémias. 

 

2. Não há lugar para os abusadores no sacerdócio. As suspeitas verosímeis obrigam a tomar medidas que evitem todo o perigo sobre menores, incluindo o afastamento das tarefas pastorais. A investigação deve ser rápida e seguir as regras claras definidas pelo Papa Francisco. A colaboração com as autoridades deve ser plena e deve ser cumprida plenamente a lei civil e penal.

 

3. As pessoas que passaram por uma situação de abuso têm de ser uma prioridade. As suas necessidades de apoio e reparação devem nortear o nosso acompanhamento.

 

Populares