17 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Abril 15, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Cantaremos sempre para levar Redondo e o Alentejo o mais longe possível, é uma honra para nós” diz Pres. das Cantadeiras (c/som)

Tal como a Rádio Campanário já noticiou, o Centro Cultural de Redondo encheu na tarde deste sábado para celebrar os dez anos de existência do Grupo Cantadeiras de Redondo.

Uma tarde de festa com vários Grupos convidados, com a presença especial de Vitorino e Janita Salomé, o cante Alentejano foi rei, honrando, mais uma vez, as tradições numa Vila que é reconhecida pela sua riqueza musical e cultural.

Cristina Dias, Presidente das Cantadeiras de Redondo, em declarações à Rádio Campanário , confessou que celebrar este aniversário e fazê-lo em casa “é acima de tudo um sentimento de orgulho, tendo em conta que se trata de um grupo de mulheres, onde todas temos as nossas coisas, mas ainda temos tempo, vontade e alegria para andarmos de um lado para o outro.”

Nestes dez anos foram muitas as atuações que já realizaram de Norte a Sul do País e celebrar dez anos, diz “é acima de tudo uma responsabilidade porque já celebrámos dez anos e vamos agora partir para uma nova década.”

Questionada se sentiram que, depois da Classificação do Cante Alentejano como Património Imaterial da Humanidade, se começou a olhar para o cante alentejano de outra maneira, reconhecendo-lhe o valor que lhe era devido, Cristina Dias sublinhou “sem dúvida que sim” considerando tratar-se “de uma grande responsabilidade pois exige que os grupos tenham que manter ou elevar ainda mais a qualidade já existente.”

A inspiração parte sempre do mesmo sítio-as tradições, pois como refere “Redondo é uma terra de música, de tradições e sobretudo uma terra de muitas valências” especificando que aqui o cante é diferente, por exemplo, de Montoito que fica a apenas 20 quilómetros e sublinhou a importância do grupo ter introduzido o Adufe, que em muito veio engrandecer as musicas do grupo.

O Grupo tem evoluído ao longo dos anos e para isso muito têm contribuído as entidades que o apoiam, nomeadamente a Câmara Municipal de Redondo e a Junta de Freguesia de Redondo, que possibilitaram que neste momento o grupo já tenha um ensaiador fixo, reforçando o trabalho de qualidade e de excelência que o Grupo quer prestar.

Para os próximos dez anos, a Presidente garante que “vamos continuar a trabalhar e queremos fazer sempre mais e melhor” desejando que “nunca nos falte a vontade de levar o Alentejo e Redondo cada vez mais além” aliando a isto “fazer aquilo que gostamos que é cantar, divertirmo-nos e divertir quem está ao pé de nós, sempre com muita responsabilidade.”

Populares