18.7 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Junho 24, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Conheça a situação financeira dos municípios do distrito de Portalegre (c/tabela)

O Anuário Financeiro dos Municípios para 2015 analisou as contas que as Câmaras Municipais apresentaram no ano passado e mostra a saúde financeira dos municípios a menos de um ano das Eleições Autárquicas.

No Anuário, são apresentados, o prazo médio de pagamento a fornecedores, o número de funcionários das autarquias e a taxa de execução da receita, um indicador importante para se perceber se a câmara empola o orçamento.

Ou seja, se a taxa está perto de 100%, significa que as previsões dos serviços municipais estavam corretas e a autarquia amealhou tudo o que previa.

Quando a execução fica abaixo do patamar dos 85%, pode ser um caso de empolamento para permitir a contração de despesas. Abaixo desse patamar, dispara um alerta que informa os autarcas e a Direção-Geral das Autarquias Locais.

Analisando os dados apresentados, constatamos que o Município de Ponte de Sor, é aquele que tem uma taxa de execução da receita mais baixa no distrito de Portalegre, seguindo-se Gavião e Nisa.

No que diz respeito ao prazo de pagamento, foi o Município de Portalegre, aquele que mais tempo demorou a pagar aos seus fornecedores, 169 dias, Alter do Chão 145 e Avis 118 dias.

O Município de Portalegre é aquele que mais pessoas emprega, 313 funcionários, gastando nos seus honorários 5.676.556€. Segue-se Ponte de Sor com 256, envolvendo uma despesa de 4.621.577€ e Nisa com 219 funcionários e uma despesa de 3.888.656€. 

 

Município

Prazo

Pagamento

Nº Trabalhadores

Taxa de Execução Receita

 

Investimento

Despesas com Pessoal

Peso Despesa com Pessoal

Alter do Chão

145

137

90,4%

14,1%

2.556.935€

43,0%

Nisa

6

219

87,3%

27,7%

3.888.656€

37,6%

Ponte Sor

21

256

75,0%

34,3%

4.621.577€

26,3%

Sousel

33

160

93,8%

34,4%

2.523.553€

30,0%

Monforte

26

136

91,7%

7,3%

2.461.612€

42,6%

Fronteira

28

81

87,9%

9,7%

1.689.243€

35,8%

Avis

118

168

88,6%

12,4%

3.280.682€

42,4%

Elvas

28

240

94,4%

29,4%

4.434.079€

18,5%

Portalegre

169

313

92,6%

11,2%

5.676.556€

32,4%

Campo Maior

30

173

87,7%

33,4%

3.117.235€

30,9%

Arronches

3

93

93,7%

45,8%

1.766.276€

26,5%

Gavião

17

118

81,3%

20,8%

2.042.077€

34,5%

Marvão

11

92

92,5%

30,8%

1.639.610€

32,1%

Castelo Vide

7

138

99,4%

17,3%

2.348.742€

43,7%

Crato

8

98

87,8%

14,7%

2.095.600€

29,7%

 

 

Populares