15.9 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Maio 30, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Covid 19: Afinal o que vai mudar com as novas regras do isolamento? Saiba aqui a resposta!

A Direção-Geral da Saúde anunciou ontem a redução do tempo de isolamento profilático para doentes assintomáticos de covid-19 e contactos de alto risco. 

 

Tal como a Rádio campanário noticiou ontem, a norma 015/2020, atualizada no passado dia 20 e que ainda está em vigor, determina um período de isolamento profilático de 10 dias para os contactos de risco, que termina ao fim desse período com um teste negativo.

Para os infetados, com ou sem sintomas, o período de isolamento é também de dez dias, a contar da data do teste positivo ou do início dos sintomas, respetivamente terminando sem necessidade de teste negativo.

Desde o início da pandemia, Portugal já teve períodos de isolamento profilático de 21 dias, de 14 dias e de 10 dias.

Agora esteprazo será encurtado para os 7 dias. O período de isolamento vai passar de 10 para 7 dias para as pessoas infetadas assintomáticas e para os contactos de alto risco.

Os infetados com sintomas mantêm o período de isolamento de dez dias.

Os contactos de alto risco fazem um teste de deteção do vírus SARS-CoV-2 ao sétimo dia. Se der negativo, saem do isolamento. Se der positivo, iniciam novo período de isolamento: de dez dias, se desenvolverem sintomas, de sete dias se forem assintomáticos.

No que diz respeito a pessoas já vacinadas, os contactos de alto risco que estão vacinados com a dose de reforço, mesmo que coabitem com um infetado, não têm de cumprir isolamento profilático, mas ficam sujeitos a regras de precaução, como o distanciamento social, o uso de máscara, a higienização das mãos, entre outras.

Relativamente ao caso dos recuperados,  também não terão de cumprir isolamento profilático, como esclareceu a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em declarações à RTP3.

A alteração surge também num contexto de aumento exponencial de novos casos de covid-19 em Portugal.

São vários os países que também já procederam a esta alteração .

As novas regras entrarão em vigor já na próxima semana.

Fonte: DGS/JN

Populares