2.6 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Cruz Vermelha garante: “nenhuma resposta será encerrada em Beja até se encontrar melhor solução”

De acordo com informação vinda a público recentemente, de que a Cruz Vermelha Portuguesa se preparava para encerrar as duas ERPIS- Estruturas Residenciais para Idosos que tem em Beja, a Rádio Campanário contactou a delegação de Beja no sentido de confirmar esta informação.

Em causa, poderia estar o encerramento das duas ERPIS que funcionam, enm casas senhoriais, no Centro Histórico da cidade de Beja, uma delas com o nome do Fundador da Cruz Vermelha Portuguesa, Henri Dunant.

A Delegação de Beja remeteu quaisquer esclarecimentos para a sede nacional da Cruz Vermelha, com quem a Rádio Campanário contactou posteriormente.

Em resposta à questão colocada pela Rádio Campanário, se as duas Estruturas Residenciais para Idosos de Beja, sob a gestão da Cruz Vermelha Portuguesa, iriam encerrar e se sim, qual o motivo, a Instituição referiu-nos “A Cruz Vermelha Portuguesa está comprometida com os utentes das ERPI’s, com as suas famílias e com todos os funcionários que diariamente ali trabalham.”

O mesmo esclarecimento refere “tendo em conta o atual estado dos edifícios onde funcionam as respostas, a Cruz Vermelha Portuguesa está ativamente, e em coordenação com as restantes entidades competentes, a procurar a melhor solução para toda a comunidade abrangida pelas ERPI’s.”

A Cruz Vermelha Portuguesa, na resposta enviada à Rádio Campanário conclui “deixa a garantia de que nenhuma resposta será encerrada até ser encontrada a melhor solução para todos. “

Foto @LN

Populares