13.2 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Emoção e alegria foram “rainhas” na receção aos estudantes 2022/23 da Universidade de Évora!

“Estão todos de parabéns” continuou a Vice-Reitora a sua intervenção dirigindo-se às centenas de estudantes que preencheram o claustro do emblemático edifício da UÉ, “porque a vossa entrada na Universidade é fruto de muito esforço, dedicação persistência, permitindo assim alcançar este ambicioso objetivo – ser estudante Universitário”. Esta Universidade, continuou, “oferece as condições para uma formação superior de excelência, rigorosa, exigente e criteriosa, impregnada dos valores que preparam os cidadãos do futuro: Sustentabilidade, Igualdade de Género, Inclusão.”

Reconhecendo que esta nova etapa “não está isenta de contrariedades”, a Vice-reitora lembrou aos estudantes que têm à disposição o Gabinete de Apoio ao Estudante, os Serviços Académicos e os Serviços de Ação Social, “que vos prestam apoio a vários níveis”, sem esquecer aqui o papel assumido pelo Provedor do Estudante. 

De acordo com a informação avançada na página oficial da Universidade de Évora, com o intuito de estimular os jovens estudantes a dedicarem-se ao estudo, Ana Paula Canavarro deixou ainda a mensagem para que estes “sintam cada momento como uma oportunidade única de enriquecimento pessoal e académico”, convidando-os a participar nas muitas atividades que a Universidade e a Cidade anualmente proporcionam. 

No mesmo sentido seguiu a intervenção de João Carrega que sublinhou a importância dos estudantes numa Academia cada vez mais dinâmica e que atrai jovens de vários pontos do país. Por seu lado, o Vice-presidente da Câmara Municipal de Évora, Alexandre Varela, afirmou que Cidade está pronta para acolher os estudantes, convidando-os a aproveitar as potencialidades da cidade património mundial da Humanidade e candidata a Cidade Europeia da Cultura. 

Bruno Simões, em representação da Associação Académica da UÉ, demonstrou-se satisfeito pelos resultados alcançados pela UÉ que preencheu 97% das vagas na 1º fase de colocação, salientando aqui a escassez de alojamento “um problema que se arrasta no tempo e há muito reivindicado pela AAUE”.  

A falta de alojamento estudantil em Évora tem vindo a ser tratado pela Reitoria por forma a encontrar soluções que atenuem a carência de alojamento na cidade, estando inclusive prevista, através do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a adaptação da Residência das Alcaçarias e a reconversão do Antigo Clube dos Sargentos do Exército para alojamento estudantil. 

A este respeito, foram ontem assinados em Lisboa os primeiros contratos, numa cerimónia que contou com a presença da Reitora da Universidade de Évora, Hermínia Vasconcelos Vilar, motivo pelo qual não pode estar presente na sessão de receção aos novos estudantes, ainda assim a Vice-Reitora, recordou a mensagem da Reitora dirigida aos estudantes, “todos nós estamos comprometidos em fazer destes próximos anos um ciclo central do vosso percurso individual de forma a que Universidade de Évora seja hoje e sempre a instituição à qual retornam e da qual confio que guardarão as melhores recordações”. 

Fonte/Foto: Universidade de Évora 

Populares