39.8 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Julho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Está em causa, portugueses e espanhóis apresentarem projetos que sejam potenciadores desta região”, diz José Calixto presidente da ATLA sobre as candidaturas ao INTERREG V – A (c/som)

A ATLA – Associação Transfronteiriça do lago Alqueva reuniu no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Reguengos de Monsaraz, para preparar as candidaturas ao INTERREG V – A.

Nesta reunião de trabalho participaram cerca de 50 pessoas em representação de todos os municípios e ayuntamientos que pertencem à ATLA, várias Direções Gerais do Governo da Extremadura, Diputácion de Badajoz, Confederação Hidrográfica do Guadiana, EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva, CIMAC – Comunidade intermunicipal do Alentejo Central, IPB – Instituto Politécnico de Beja, ADC Moura, Águas de Portugal, Turismo do Alentejo – ERT e Agência Regional de promoção Turística do Alentejo.

Em declarações à Rádio Campanário, o presidente da ATLA, José Calixto, referiu que foi uma reunião importante “de preparação do novo quadro comunitário de apoio com todos os parceiros que estão envolvidos no plano estratégico da Associação Transfronteiriça Lago Alqueva, na qual foi debatida toda a configuração deste novo quadro comunitário de apoio INTERREG V –A, sua relação com os nossos parceiros espanhóis, projetos prioritários, a estratégia das candidaturas que a ATLA irá apresentar até ao dia 18 de dezembro, prioridades de cada um dos parceiros e a planificação do trabalho que tem que ser feito por cada um dos parceiros”.

José Calixto explica que “são candidaturas a fundos transfronteiriços”, pelo que é necessário “identificar parceiros dos dois lados da fronteira que possam apresentar projetos que sejam integrados numa única estratégia em Portugal e em Espanha, neste território”, acrescentando, “os municípios e os ayuntamientos espanhóis, a CCDR do lado português e a Junta da Extremadura Diputácion de Badajoz, pelo lado espanhol, têm reunido à volta desta fonte de financiamento ao longo dos três últimos quadros comunitários de apoio e apresentado candidaturas conjuntas, e é isso que neste momento está em causa, portugueses e espanhóis à volta do Lago Alqueva, para apresentarem projetos que sejam potenciadores desta região, que a desenvolvam e que a promovam como destino turístico e melhorem a qualidade da água”.

Na reunião de trabalho foi igualmente destacado “o trabalho da ATLA na promoção e realização de candidaturas a multifundos, como as que já foram submetidas aos programas INTERREG Europe, Med e Sudoe, assim como a recente aceitação da Comissão Europeia à adesão da ATLA ao Pacto Europeu “Mayors Adapt”, que poderá permitir o acesso da região a fundos transnacionais no âmbito do “Horizonte 2020”.

A ATLA – Associação Transfronteiriça do Lago Alqueva foi criada em 2005 e é constituída pelos municípios de Alandroal, Moura, Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz e Serpa, e pelos ayuntamientos espanhõis de Alconchel, Cheles, Olivença e Villanueva del Fresno.   

 

Populares