11.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Junho 15, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Estremoz: Cerci promoveu espetáculo musical e barbecue com o objetivo de angariar fundos para a remodelação do Centro de Atividades Ocupacionais (c/som e fotos)

A Cerciestremoz promoveu, no passado sábado, 4 de junho, um concerto de solidariedade que contou com a atuação do Grupo de Cantadeiras de Redondo e um barbecue de porco assado que decorreu na sua sede localizada na Quinta de Santo Antão , em Estremoz.

A receita obtida neste convívio reverteu a favor do projeto de remodelação do Centro de Atividades Ocupacionais da instituição.

A Rádio Campanário esteve presente no evento e falou sobre a iniciativa com o presidente da CerciEstremoz, Jorge Canhoto, que nos disse “ o nosso objetivo é remodelar e adaptar o Centro de Atividades Ocupacionais aquilo que são as exigências da Segurança Social e da legislação,também na esperança da abertura das candidaturas do novo quadro comunitário que supostamente para a remodelação do edificado serão abertas ,entre junho e setembro, portanto naturalmente para fazer face a comparticipação nacional temos que fazer uma série de eventos para angariar algumas verbas “.

No que se refere ao montante das obras de remodelação, revelou que “ as obras da Cerci estão dividas em três fases sendo que  já executamos uma primeira fase que tem a ver com o refeitório e com a cozinha, a segunda fase tem a  ver com o edifício do Centro de Atividades Ocupacionais bem como com os Serviços Administrativos”. Adiantando que “ uma terceira fase que não nos vamos candidatar ainda , que estão incluídas novas salas  mas esta fase que estamos agora a falar relativamente ao Centro de Atividades Ocupacionais e aos serviços administrativos ronda os 240 mil euros “.

Jorge Canhoto salientou ainda que “ é uma remodelação praticamente completa  em termos de interiores porque não há mexida no exterior mas a mudança em termos de casas de banho de adaptação dos espaços em termos de  áreas  digamos que aquilo que fica com a remodelação  é o esqueleto externo do edifício”.

Segundo o presidente da instituição “ não nos pudemos esquecer que estamos numa quinta que foi construída com fins habitacionais que não tinha sido pensada para estes efeitos, portanto, há aqui algumas alterações que são necessárias introduzir e são essas as alterações que vão ser feitas “. Acrescentando que “ o edifício administrativo vai ser completamente demolido e reconstruído para poder albergar a parte técnica dos Serviços Administrativos e do arquivo da instituição”.

Luísa Carraça, do Grupo de Cantadeiras de Redondo e funcionária da CerciEstremoz sublinhou que “ a instituição fez-nos o convite para atuarmos nesta angariação de fundos ao qual prontamente o grupo acedeu de forma a nesta tarde animar todos os clientes, amigos e familiares”.

Populares