13.7 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Junho 19, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Festa Ibérica da Olaria e do Barro com sete olarias do Centro Oleiro de S. Pedro do Corval

A 28ª edição da Festa Ibérica da Olaria e do Barro está a decorrer desde ontem até ao dia 26 de maio em Salvatierra de los Barros, na Extremadura espanhola, com a participação de sete olarias do Centro Oleiro de S. Pedro do Corval. Este certame organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz, Ayuntamiento de Salvatierra de los Barros e Junta de Freguesia de Corval une os dois maiores centros oleiros da Península Ibérica, nomeadamente S. Pedro do Corval, no concelho de Reguengos de Monsaraz, e Salvatierra de los Barros.

No evento participam cerca de 50 olarias e ceramistas portugueses e espanhóis. Para além das olarias de S. Pedro do Corval, nesta edição da Festa Ibérica da Olaria e do Barro há mais 10 olarias portuguesas, nomeadamente de Vila Nova de Milfontes, Assafora, Queluz (duas olarias), São Marcos do Campo, Torres Vedras, São Martinho do Bispo, Algueirão, Bajouca e Santa Clara-a-Velha. Este certame transfronteiriço de promoção cultural e turística é organizado em anos alternados em cada município para valorizar a olaria, chamar a atenção para o seu valor artesanal e artístico e apontar estratégias para o seu desenvolvimento económico e profissional.

O programa da 28ª edição da Festa Ibérica da Olaria e do Barro integra hoje demonstrações ao vivo de oleiros e ceramistas, um espetáculo de baile flamenco com Salvador Martínez e um concerto com Sixko Durán. Amanhã, dia 25 de maio, realizam-se as Jornadas Ibéricas de Olaria e Cerâmica, a exibição de arte floral em barro com Antonio Granero, a atuação da Charanga Los Pintores, um concerto da Banda da Sociedade Filarmónica Corvalense, o espetáculo O’Hara de tributo às grandes cantoras espanholas de Pop/Rock e a fechar o Dj Juanma Dávila. O programa do último dia da Festa Ibérica da Olaria e do Barro terá a apresentação do livro “Historia de Salvatierra de la Prehistoria a la Edad Media”, de Alfonso Dominguez, e as atuações do grupo de folclore La Jara, do Coro de la Torre de Miguel Sesmero, do grupo Fuente las Amenas e do grupo de covers de Pop/Rock espanhol Aguafiestas.

Populares