17.6 C
Vila Viçosa
Sábado, Abril 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Força Aérea Portuguesa regressa ao Aeroporto de Beja após Missão no Mediterrâneo.

Durante um mês, militares da Força Aérea Portuguesa cumpriram uma importante missão em Itália, que envolveu o patrulhamento do Mar Mediterrâneo. Durante essa operação, que faz parte da European Union Naval Force Mediterranean (EUNAVFOR MED) IRINI 2023 e ocorreu a partir de Sigonella, em Itália, a aeronave P-3C CUP+ da Força Aérea Portuguesa realizou impressionantes 330 horas de voo. Durante esse período, foram identificados cerca de 1200 refugiados, entre os 110 mil contactos de interesse detetados.

A missão foi concluída com sucesso nesta sexta-feira, 15 de dezembro, e à chegada a Portugal, os militares foram recebidos com uma cerimónia na Base Aérea N.º11, em Beja. O Comandante Aéreo, Tenente-General António Branco, presidiu à cerimónia e elogiou o desempenho exemplar dos militares da Força Aérea Portuguesa. Ele destacou esta missão como um exemplo do compromisso da Força Aérea Portuguesa além-fronteiras e enalteceu o trabalho de equipa que “fica para a história dos ‘Lobos’ e para toda a Força Aérea”.

A principal missão deste destacamento era contribuir para a segurança e manutenção da liberdade de navegação no Mar Mediterrâneo, bem como combater o tráfico de drogas, armas e pessoas. A Força Aérea Portuguesa enviou 37 militares e uma aeronave P-3C CUP+ da Esquadra 601, conhecida como “Lobos”, para esta operação importante.

Populares