13.7 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Junho 19, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Fortaleza de Juromenha com possibilidades de integrar o REVIVE e ainda a Lista Indicativa da Unesco, diz Presidente de Alandroal (c/som)

No presente ano, a Fortaleza de Juromenha (Alandroal) não integrou o Programa REVIVE a que se candidatou, e que permitiria investimento privado neste património do Estado, que carece de requalificação.

João Grilo, Presidente da Câmara Municipal de Alandroal, em declarações à Rádio Campanário, afirma estar “absolutamente convencido de que Juromenha vai ser integrada no Projeto REVIVE”.

A sua certeza é baseada na “abertura” denotada pelo autarca, por parte “de todos os ministérios envolvidos”, nomeadamente do Turismo, Economia e Cultura, realçando o papel crucial de Norberto Patinho, deputado na Assembleia da República pelo PS e presidente da Federação Distrital do Partido Socialista, na tentativa de “potenciar o investimento em Juromenha”.

“Acredito que esta fase de inscrição de Juromenha no Programa REVIVE vai ser ultrapassada”, declara, sendo depois necessários “investidores e a conjugação de vontades”.

Relativamente à possível integração de Juromenha da candidatura das “Fortalezas Abaluartadas da Raia Luso-Espanhola”, que integrou a Lista Indicativa em 2016, afirma ser “um outro aspeto que estamos a trabalhar”.

Em 2012, foi iniciado o projeto de candidatura que inclui os municípios de Elvas, Marvão, Valença e Almeida. “O município não se envolveu nesse processo”, tendo Juromenha ficado de fora, contudo, “estamos a tentar recuperar o tempo perdido e entrar na candidatura”, avança.

O autarca considera que que a Fortaleza de Juromenha “enriquece o projeto”, sendo Património da Unesco um reconhecimento “justo e necessário”.

 

Populares