18.7 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Junho 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Há pessoas que pensam num futuro político, eu não, se hoje não fosse presidente de câmara cavava, ou ia para o estrangeiro”, diz António Anselmo numa altura em que foram eleitos os novos corpos sociais do MuB (c/som)

Depois de em 28 de junho de 2013 ter sido criada em Borba uma Comissão Instaladora que esteve ligada à constituição do MuB – Movimento Unidos por Borba que concorreu às eleições autárquicas e onde foi eleito António Anselmo, para presidente da Câmara Municipal de Borba, por este movimento, foram agora eleitos os corpos sociais do MuB, resultado da eleição realizada recentemente tendo em vista o mandato para o biénio 2014/2016.

A Rádio Campanário falou com António Anselmo, presidente da autarquia Borbense, a fim de sabermos o porquê do seu nome não constar dos corpos sociais do MuB. O autarca refere que “entendemos que ninguém que pertence a órgãos executivos deviam pertencer, o MuB é um movimento atento e se olhar para a situação que se está a passar a nível nacional com brigas brutais, nós não queremos brigas queremos a preparação de pessoas para daqui a três anos puderem ser candidatos bons para a nossa terra para o nosso concelho”, acrescentando, “há pessoas que pensam num futuro politico, eu não, se hoje não fosse presidente de câmara cavava, ou ia para o estrangeiro, não estou preocupado com o futuro, o futuro é a minha vida o meu trabalho o resto não conta para nada”.

António Anselmo diz ainda, “o MuB é aquilo que nós quisermos e é capaz de ser um caso de estudo em Portugal, porque não foi fácil aquilo que se fez, Borba vai ser a terra melhor do mundo dentro de pouco tempo”.

{play}http://radiocampanario.com/sons/Antonio%20Anselmo%20MuB218agosto14.mp3{/play}

Os eleitos tomaram posse no dia 2 de agosto e são compostos pelos seguintes elementos:   

Mesa da Assembleia Geral

Presidente: José Joaquim Figueiredo Banza

1º Secretário: Célia Maria Matos Alpalhão

2º Secretário: Rogério António Proença Calça

Direção

Presidente: Luís José Alves Alexandre

Vice-Presidente: Sara Dolores Leal Calhamonas

Secretário: Leonel António Valentim Infante

Tesoureiro: José Carlos Prates Raminhos

1º Vogal: José Francisco Chibante Rosa

2º Vogal: Joaquim José Pécurto Letras

3º Vogal: Vera Luísa Galego Teixeira

4º Vogal: Marta Celeste Afonso Pires

5º Vogal: Paula da Conceição Latas Ermitão

Conselho Fiscal

Presidente: Luís Miguel Moura Santana

1º Vogal: Paulo Vicente Ramos Mendanha

 

2º Vogal: Rui Miguel Tavares Nobre Franco 

Populares