19.3 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Impulso Verde no Alto Alentejo: Transformação para a mobilidade elétrica nas zonas rurais.

Impulsionar a transição para a mobilidade elétrica e sustentável nas áreas rurais e isoladas é o principal objetivo do RuralMed Mobility, um projeto da União Europeia que conta com a colaboração de 13 entidades de oito diferentes países europeus, incluindo a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) e a AREANATejo – Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo.

Este projeto recebe apoio financeiro do programa Interreg EURO-MED, que fomenta a cooperação transnacional na região Euro-Mediterrânica, e pretende criar redes experimentais de estações de carregamento para veículos elétricos, além de promover a adoção de soluções de mobilidade elétrica, realizar estudos sobre a viabilidade da utilização de energia fotovoltaica e levar a cabo diversas iniciativas de educação e capacitação comunitária.

O objetivo é contribuir para a diminuição das emissões de CO2 em 69 regiões de países como Portugal, Espanha, Itália, Eslovénia, Croácia, Bósnia, Grécia e Bulgária, caminhando para uma sociedade mais resistente e de impacto neutro no clima, apoiando as entidades locais na implementação de estratégias eficientes.

Especificamente no Alto Alentejo, estão programadas várias ações direcionadas, conforme mencionado por Diamantino Conceição, diretor técnico da AREANATejo, à Smart Cities. Entre estas ações, destaca-se um estudo sobre a eletrificação da frota automóvel da comunidade intermunicipal e dos municípios, o que implica a substituição dos veículos atuais.

Adicionalmente, a agência focará no desenvolvimento de sistemas de mobilidade elétrica partilhada, que possam introduzir na região um novo serviço de transporte elétrico sob demanda, segundo informou o representante da agência de energia.

Populares