13.9 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Lar ilegal em Vendas Novas: Idosos retirados e instituição encerrada alegadamente por maus-tratos.

Dezasseis idosos foram retirados, esta quinta-feira, de um lar não licenciado localizado em Vendas Novas, no distrito de Évora. A instituição foi encerrada depois de uma investigação judicial sobre alegados maus-tratos aos utentes. O Comando Territorial de Évora da GNR confirmou que todos os idosos foram retirados do lar e encaminhados para casas de familiares ou outras instituições designadas pela Segurança Social.

A instituição não possuía licença para funcionar e foi encerrada devido às suspeitas de maus-tratos a utentes. O responsável pelo lar foi constituído arguido, e a investigação está a decorrer sob a supervisão do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

O DCIAP informou que as operações envolveram um magistrado do Ministério Público, 17 elementos da GNR, um elemento da autoridade de saúde e uma equipa da Segurança Social. A investigação teve origem numa denúncia apresentada pela Unidade de Cuidados Paliativos do Instituto S. João de Deus, em Montemor-o-Novo, e foi instaurada em agosto deste ano no DCIAP.

O DCIAP é responsável por processos relacionados com maus-tratos a utentes de estruturas de acolhimento residencial de idosos (licenciadas ou não) e apropriação indevida dos seus rendimentos e património, bem como outras condutas criminosas associadas ao funcionamento destas estruturas.

Durante as buscas no lar não licenciado, foram apreendidos materiais informáticos e documentos, que serão agora analisados. Os idosos que estiverem em condições de testemunhar serão ouvidos no processo de investigação, que continua a decorrer para apurar todos os factos suspeitos de constituir crime.

Populares