24.8 C
Vila Viçosa
Domingo, Junho 23, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Maioria dos infetados por covid-19 dos surtos nos lares do Alentejo são assintomáticos

A maioria dos 68 casos de covid-19 identificados nos oito surtos ativos em lares do Alentejo diz respeito a pessoas “assintomáticas ou com quadros muito ligeiros” da doença, revelou hoje o delegado de saúde regional adjunto.
“Na esmagadora maioria dos casos”, trata-se de “pessoas que estão assintomáticas ou com quadros muito ligeiros” da doença, afirmou o Delegado de Saúde Regional Adjunto do Alentejo, Pedro Ferreira.

As autoridades de saúde contabilizavam, na quinta-feira, 53 surtos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2 em lares de idosos do país, oito deles no Alentejo, com 68 casos, segundo os números disponibilizados à Lusa pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em termos do Alentejo, Pedro Ferreira explicou hoje que os surtos em lares da região registaram-se “principalmente” nas áreas geográficas do “Alentejo Central e Baixo Alentejo” e disse desconhecer se há internados entre os utentes infetados.

“As situações dos lares, apesar de não serem inesperadas, são encaradas pela Saúde Pública com um otimismo moderado”, uma vez que os utentes e os trabalhadores destas estruturas estão “praticamente todos vacinados”, sublinhou.

Esse fator, continuou, é da “maior importância”, porque “é expectável” que existam “menos casos em cada um destes surtos” e que “o resultado em termos de morte e mortalidade dos infetados, à partida, seja muito menor”.

Segundo o responsável, nos lares do Alentejo com surtos ativos “estão a ser tomadas as medidas de acordo com os referenciais técnico-normativos”, como a “testagem de utentes e profissionais e a separação de positivos, negativos e contactos de alto risco”.

Quanto à totalidade dos surtos ativos na região, não apenas nos lares, são “26 em todo o Alentejo”, ocorridos “maioritariamente em contextos familiar, social e laboral”, assinalou.

Fonte: NM

Populares