18.2 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Junho 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Maria Luís Albuquerque falou à Rádio Campanário sobre incêndio de Pedrógão Grande (c/som)

A ex-ministra das finanças e vice-presidente do Partido Social-democrata (PSD), Maria Luís Albuquerque esteve á conversa com a Rádio Campanário, na qual falou sobre o incêndio tem abalado o país, tendo consumido muitas vidas e devastado tudo por onde passou, na região Centro.

Tendo em conta a atuação do Governo, a ex-ministra das finanças disse á Rádio Campanário que o PSD procura “avaliar com é que foi possível” o que ali se passou, para isso apresentaram uma proposta para a criação de uma comissão técnica independente, constituída “por peritos”.

“Há uma explicação que é devida”, refere Maria Luís Albuquerque, fazendo referência a que a comissão é “independente do poder politico” para que o trabalho seja “absolutamente isento e fiável”.

Segundo a vice-presidente social-democrática, a circunstância por que passou Pedrógão Grande “não pode deixar de ser investigada e esclarecida totalmente”.

Sobre os incidentes que tiveram lugar na já apelidada “estrada da morte”, na qual a lei determina que os eucaliptos devem estar a 10 metros da berma, Maria Luís Albuquerque começa por mencionar que ao apurar as responsabilidades, as questões ao pormenor “seguramente aparecerão”.

“Não vamos antecipar a uma explicação que queremos que seja dada por peritos”, afirma a ex-ministra, ao qual acrescenta que “se há coisa que não sou capaz de fazer, é explicar o que aconteceu”, mencionou.

Segundo a social-democrata, a explicação deve ser dada por ”quem tenha a capacidade de fazer a avaliação”, sublinhando que devem “ter acesso a toda a informação” para que seja feito “um relatório técnico completo, que permita depois, fazer a avaliação política”.

Populares