23.2 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Maio 30, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Mértola: Aproxima-se mais uma edição do Arte Non Stop

Foto: Município de Mértola

Mértola recebe de 22 de setembro a 1 de outubro mais uma edição do Arte Non Stop. Música, cinema, dança, poesia, exposições e circo contemporâneo, acompanhadas de oficinas e conversas pós-espetáculo, são alguns dos ingredientes propostos.

Durante 10 dias é oferecida uma viagem por propostas culturais que evidenciam o papel cívico da arte e da cultura, como pressuposto para a construção de comunidades mais conscientes, sustentáveis, coesas e justas.

A nível local vários projetos apresentam uma programação cultural que passa pelo cinema, música, teatro e workshops. O projeto de cinema Fulgor apresenta o filme “Os trabalhos e os dias (de Tayoko Shiojiri na Bacia Shiotani)” dos realizadores C.W. Winter & Anders Edström, já o Cineclube de Mértola exibe a primeira longa metragem de Catarina Vasconcelos e do produtor Pedro Fernando Duarte, “A Metamorfose dos Pássaros”.

O projeto Futurama junta-se à programação Arte Non Stop através de um Festival multidisciplinar que cruza residências de criação artística com projetos participativos, educativos e de formação. A primeira iniciativa sugerida é o workshop de som e vídeo “SOMOS”, com Carincur e João Fonseca. A nível musical Gaspar Varela junta-se a Yerai Cortés para uma residência artística e concerto, seguindo-se o espetáculo “Cantexto” onde é proposta uma colaboração entre o cante e a escrita contemporânea.

A arte também chega ao público através de cheiros e sabores, onde a cozinha de base local e sazonal é celebrada em mais uma edição do À Noite no Mercado, com a colaboração dos projetos De Boca em Boca e Malacate. A oferta gastronómica continua e explora a cultura e identidade do Alentejo, através do projeto Arte Açorda, com a participação especial do projeto comunitário de Artes Performativas de Mértola.

Mas nem só de projetos locais vive o Arte Non Stop 2022 e o projeto Tem Graça promove, através de Maria Simões, a oficina de Clown Social; já Mirea Miracle apresenta o seu primeiro trabalho “Rojo”.

Na área do teatro, a companhia Formiga Atómica apresenta-se em Mértola com a peça “O Estado do Mundo (Quando Acordas)”, mas a arte não se fica só por Mértola e vai também às escolas. Ângela Ribeiro propõe “O Museu Andante: Júlio Pomar”, já Cláudia Gaiolas apresenta o seu ciclo Antiprincesas onde conta a história de Frida Khalo. A terminar a programação para os mais novos a companhia de teatro Andante sugere a peça “Andante Desconcertante”.

Passando para a dança, Victor Hugo Pontes apresenta “Meio no Meio” e Catarina Campos, juntamente com Melissa Sousa, mostram o seu espetáculo “Bownd”. Na música, os Beautify Junkyards apresentam o seu disco “COSMORAMA” e Pedro Mafama dá a conhecer ao público o seu álbum de estreia “Por Este Rio Abaixo”.

Por fim, José Alexandre de São Marcos expõe a obra de Teresa Magalhães “Um Pouco mais Longe” e Gustavo Liuzzi apresenta o seu trabalho à comunidade.

Durante dez dias, Mértola e todo o Concelho serão um imenso palco comunitário de todos e para todos.

 

 

Populares