34.3 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Maio 29, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Modernização da Linha de Sines: Construção de Passagem Superior Rodoviária na EN 390, em Abela!

De acordo com a informação avançada pela Infraestruturas de Portugal, decorre a construção da Passagem Superior Rodoviária que irá permitir a supressão da Passagem de Nível ao Km 143,856 da Linha de Sines, na EN 390, na localidade de Abela.

Trata-se de um Investimento na modernização e expansão da Rede Ferroviária Nacional, desenvolvido no âmbito do Ferrovia 2020, cofinanciado pela União Europeia.

A modernização deste troço da Linha de Sines, de ligação entre Sines e a Linha do Sul numa extensão aproximada de 37.4 km, tem por objetivo potenciar a melhoria das condições de exploração, bem como o aumento da capacidade, fiabilidade e condições de segurança e do sistema ferroviário.

A obra em execução na presente ação, é complementada pelos investimentos em curso na Linha do Sul, no Troço Ermidas Sado – Grândola Norte.

A empreitada de Modernização do troço da Linha de Sines entre Sines (Porto de Sines) e Ermidas do Sado, compreende a execução dos seguintes trabalhos:

  • Construção de uma nova Estação Técnica e adaptação da estação de São Bartolomeu da Serra, de modo a permitir a circulação e cruzamento de comboios de mercadorias com 750 m de comprimento;

  • Modernizar a superestrutura de via existente, com particular destaque para a aplicação de travessas de betão polivalentes, habilitando a futura migração da bitola ibérica para a bitola europeia;

  • Trabalhos de saneamento e estabilização da plataforma da via, garantido a capacidade de carga máxima para a Linha de Sines;

  • Modernização da drenagem, quer longitudinal, quer transversal;

  • Estabilização de taludes;

  • Adaptação das infraestruturas fixas de tração elétrica, decorrente das alterações nas estações e/ou da retificação ao traçado ferroviário;

  • Implementação de medidas definitivas de Retorno de Corrente de Tração, Terras de Proteção (RCT+TP);

  • Substituição de obras de arte correntes desconformes com as ETI e construção de desnivelamentos rodoviários para supressão de Passagens de Nível.

Fonte/Fotos: Infraestruturas de Portugal 

Populares