25.4 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Maio 30, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Município de Estremoz avança com Projeto Piloto de Prescrição Cultural ainda em julho!

No âmbito do Transforma, o Município de Estremoz irá iniciar no terreno o Projeto Piloto de Prescrição Cultural, ainda no presente mês de Julho, avançou hoje a Autarquia Estremocense numa nota divulgada na sua página oficial.

Segundo o Município, a  Prescrição Cultural, é um Projeto inovador a desenvolver em articulação com o setor da saúde (cuidados primários) e que pretende experimentar processos de prescrição cultural, complementares à prescrição médica convencional e ao apoio social.

O objetivo consiste em contribuir para a saúde e bem-estar, através de atividades com base nos recursos disponíveis na comunidade, que podem apoiar o processo de recuperação e integração das populações.

O Município considera que a pandemia veio acentuar problemas sociais, com um aumento substancial de problemas ligados à solidão, ao isolamento ou à depressão, fatores que numa sub-região onde 7% da população vive isolada, ganham maior expressão e que a cultura pode aqui desempenhar um importante papel no restabelecimento de relações comunitárias, no aumento da confiança, na redução do isolamento e recuperação psicológica.

Assim, adianta, prevê-se o levantamento de redes locais municipais de cuidados de saúde primários, de agentes culturais e de interlocutores municipais, a par da preparação de um manual/metodologia sobre prescrição cultural.

Este projeto está a ser desenvolvido em articulação com a CIMAC, com o Município de Estremoz, e com o Centro de Saúde de Estremoz, integrando vários Agentes Culturais pertencentes ao Concelho: Associações, Orfeão Tomáz Alcaíde, Ginarte, Academia Sénior, Biblioteca Municipal de Estremoz, Cavaquinhos, “Coletivo Cultura Alentejo”, Rancho Folclórico as “ As Azeitoneiras”, Museu Municipal Professor Joaquim Vermelho, Centro Interpretativo do Boneco de Estremoz e Centro de Ciência Viva.

A Autarquia espera que este Projeto gere uma articulação com diferentes setores da sociedade, conectando os campos das artes, da saúde e do bem estar, que se promova a consciência pública dos benefícios para a saúde decorrentes da participação em atividades artísticas e culturais, que identifique e remova barreiras no acesso às artes e às expressões artísticas de idosos, pessoas com baixos recursos, pessoas com incapacidade, minorias e residentes em áreas geograficamente isoladas, que facilite o desenvolvimento de parcerias e do trabalho de equipa entre os cuidados primários de saúde, a área social e o setor artístico e cultural.

 

Populares