27.6 C
Vila Viçosa
Sábado, Abril 13, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Município de Estremoz integra iniciativa da Amnistia Internacional contra a pena de morte

O Município de Estremoz decidiu, novamente, associar-se à iniciativa da Amnistia Internacional, celebrando o dia 30 de novembro, como cidade pela Vida contra a Pena de Morte, conforme nota de imprensa enviada à nossa redação.

Em colaboração com o Grupo de Estremoz da Amnistia Internacional o Pelourinho de Estremoz será iluminado e serão colocadas faixas alusivas ao dia no centro da cidade.

A data de 30 de novembro foi escolhida para esta celebração por assinalar o aniversário da primeira abolição da pena de morte, no Estado europeu do Grão-Ducado da Toscana, no norte de Itália, em 1786. Já Portugal decidiu abolir a pena de morte em 1867 para crimes civis, e em 1976 para crimes militares.

O gesto simbólico de iluminar alguns edifícios acontece como forma de defesa da dignidade da vida humana, contra uma cultura da violência de que a pena de morte é um dos sintomas. A condenação à morte não tem tido qualquer efeito dissuasor dos crimes e é irreversível, não dando hipótese de reabilitação, nem tendo em conta os erros judiciais que condenam inocentes.

Em todo o mundo são cerca de 2000 cidades que se declaram “Cidades pela Vida, contra a Pena de Morte”. Em Estremoz, a iniciativa é realizada desde 2008.

Populares