8.7 C
Vila Viçosa
Domingo, Fevereiro 25, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Não foi fácil reunir fundos;Este mural homenageia Tomaz Alcaide e valoriza Estremoz” diz Pres. do Orfeão Tomaz Alcaide(c/som)

 

Foi ontem inaugurado em Estremoz o Mural de homenagem a “Tomaz Alcaide”.

A ideia partiu do artista plástico estremocense Davide Alves e que a apresentou  ao Orfeão de Estremoz,  veio a tornar-se uma parceria de sucesso quando decidiram avançar, em conjunto, com a criação de um mural de grandes dimensões que homenageasse o maior tenor português de todos os tempos.

Depois de várias campanhas de apoio em que pessoas anónimas e entidades públicas e privadas comparticiparam voluntariamente para que se conseguisse concluir o projeto, com o Município de Estremoz a ser o maior contribuinte acreditando que este tipo de arte urbana valoriza e diferencia o panorama artístico de Estremoz, o mesmo já está inaugurado oficialmente ainda que a cerimónia oficial não tenha sido como era desejado devido ao estado do tempo.

À margem do 1º encontro de Coros Transfronteiriço Tomaz Alcaide, hoje realizado, A Rádio Campanário falou com Luís Parente, Presidente do Orfeão de Estremoz sobre este Mural. Luís Parente começou por referir “ontem foi um dia especial ainda que diferente mas as condições meteorológicas não o permitiram pois o ideal seria nós termos inaugurado o mural no local com as pessoas que contribuíram e ajudaram.”

Luís Parente refere que a ideia de inauguração pensada inicialmente era diferente mas “foi como pôde ser” acrescentando que o importante é que “as pessoas já podem fruir daquele mural que é extraordinário, onde David Alves fez um trabalho fantástico.”

Apesar do projeto concretizado o Presidente do Orfeão refere “não foi fácil” explicando “quando o David Alves começou a falar conosco em 2020 chegou a pandemia e quando retomamos o projeto,  foi difícil voltar à normalidade.”

Luís Parente realça que “foi difícil conseguir angariar as verbas mas tivemos algumas empresas, Juntas de freguesia , o próprio  Município que  foi quem mais  contribuiu mais porque uma peça desta valoriza a própria cidade e empresas locais e também as pessoas individuais, mas conseguiu-se.”

Questionado se este mural pode ser o impulso para outros projetos de arte urbana se afirmarem em Estremoz, Luís Parente refere “espero que com este mural se desmistifique aquilo que é a arte urbana e que a mesma seja valorizada porque a arte urbana pode ser valorizada” acrescentando ainda “o próximo ano trará mais qualquer coisa a este nível.” 

Populares