22 C
Vila Viçosa
Sábado, Maio 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

O imaginário do artista italiano Alex Cattoi em exposição em Monsaraz!(c/fotos)

 “The keys of time – the mystery of memory” é o título da exposição de escultura em cerâmica e acrílico que o artista italiano Alex Cattoi está a apresentar até ao dia 24 de setembro na Igreja de Santiago, em Monsaraz. A mostra pode ser visitada diariamente das 9h30 às 12h30 e entre as 14h e as 17h30.

 

Alex Cattoi levou à vila medieval 40 peças para esta exposição que fala de universalidade, de humanidade, de vida, de civilizações e da procura da verdade. Uma busca feita com chaves que entram em fechaduras universais inspiradas nas que o autor viu em 2019 nas portas de Monsaraz.

 

O escultor considera que “The keys of time – the mystery of memory” é uma jornada de abertura e liberdade mental que conecta passado e futuro em busca das “chaves” para ter acesso ao mistério da vida. O artista cria obras de arte em duas e três dimensões: pintura, desenho e escultura são o meio que usa para moldar a sua visão do mundo.

 

Inspira-se nas formas da natureza e da Terra, mas também no imaginário das antigas civilizações e dos mundos perdidos. Imagina criaturas e formas de outros mundos, pois quer fazer a pergunta crucial que preocupava os artistas do passado: “De onde viemos?”

 

Para Alex Cattoi, as figuras arcaicas que representa evocam o mundo enigmático da arqueologia, onde as formas recorrentes procuram uma resposta ao mistério da vida. As cores pálidas e riscadas sugerem a passagem inexorável do tempo e o movimento perpétuo do mundo, que remete à unidade das coisas.

 

Evolução e mudança são marcadas pelo estado de desgaste do material cerâmico, semelhante ao bronze, uma liga que na sua fase de oxidação passa para uma cor esverdeada. Alex Cattoi usa métodos diferentes para dar os retoques finais nas obras de arte, especialmente Betume da Judeia, um composto químico que serviu no século XIX para o desenvolvimento das primeiras fotografias heliográficas.

 

Populares