29.8 C
Vila Viçosa
Sexta-feira, Junho 14, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Oficial da GNR que promoveu treinos violentos em Portalegre punido com 121 dias de suspensão

O oficial da GNR que promoveu em Portalegre um treino chamado “Red Man”, em que vários candidatos a guardas ficaram feridos foi punido com 121 dias de suspensão.

A medida disciplinar foi esta quinta-feira publicada em Diário da República.

Conforme noticia avançada pelo Jornal de Notícias, João Semedo, atualmente segundo comandante no Destacamento de Sintra, foi ainda punido com a descida à quarta classe de comportamento, o que irá ter impacto na carreira militar, em termos de promoções.

O despacho, assinado pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, é de 31 de março deste ano e o diretor de Justiça e Disciplina da GNR determinou a sua aplicação a 13 de abril.

Recorde-se que foi entre 1 de outubro e 9 de novembro de 2018, que cerca de 10 guardas provisórios do 40.º curso de formação do Centro de Formação da GNR, em Portalegre, sofreram graves lesões e traumatismos durante o módulo “curso de bastão extensível”, que durou entre 1 de outubro e 9 de novembro. Foram violentamente espancados e humilhados por um formador denominado “Red Man” (homem vermelho), armado com luvas de boxe, chumaços, caneleiras e capacete protetor, em notória superioridade em face dos indefesos recrutas, a lutar de calças e t-shirt, sem qualquer proteção e com um mero bastão de plástico (PVC) revestido a esponja ou borracha. Houve recrutas que perderam os sentidos e ficaram com lesões oculares, em risco de perder a visão.

As violentas agressões provocaram graves lesões, obrigando a internamentos hospitalares e a intervenções cirúrgicas. Houve formandos que perderam os sentidos e ficaram com mazelas oculares. Correram sério risco de perder a visão.

O processo crime movido pelo Ministério Público ainda estará em fase de inquérito.

Foto/Crédito: Jornal de Notícias

Populares