17 C
Vila Viçosa
Sábado, Julho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Os bonecos de Estremoz são a minha vida, vi-os nascer à minha volta e tenho paixão pela arte” diz Mestre Jorge da Conceição(c/som)

 

O Mestre Jorge da Conceição está desde muito novo ligado ao Barro e aos Bonecos de Estremoz.

Desde miúdo que convive com o barro, viu os bonecos a nascer à sua volta, pela avó, pela mãe, é descendente de uma família de barristas e desde miúdo que está exposto a esta realidade.

O mestre Jorge da Conceição conta-nos “estive envolvido no curso que fizemos em 2019, um curso para Barristas, pessoas que não tinham atividade de barrista anteriormente “acrescentando que dos 17 participantes “duas já estão certificadas, cerca de 50 por cento do grupo estão a trabalhar regularmente e todos os meses produzem alguma coisa e os restantes, por questões da vida pessoal, não tem podido dar tanta continuidade.”

De acordo com quem lhes transmitiu todos os ensinamentos, “todos eles ficaram apaixonados pelos bonecos e isso é o bichinho que é preciso ter para mais tarde nos dedicarmos a isto.”

O Mestre “esteve 25 anos sem trabalhar o barro e apenas aos 49 anos de idade decidi voltar a fazê-lo.”

Questionado sobre o que são para si os bonecos de Estremoz responde sem hesitar “os bonecos são a minha vida e sempre tive esta paixão pelos bonecos, fui estudar para lisboa tive a minha profissão e 25 anos depois disse que já chegava e decidi dedicar-me a esta arte.”

Jorge da Conceição abraçou esta arte “há 10 anos, e nela quero continuar muitos mais anos.”

 

Populares