34.3 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Maio 29, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Pietra treinador-adjunto do Benfica diz que manter Jesus como treinador foi uma boa opção (c/som)

“Os adeptos do Benfica ficaram muito desiludidos por não termos conquistados coisas”, foi desta forma que Pietra treinador adjunto do Benfica respondeu à Rádio Campanário numa entrevista exclusiva, à margem do apadrinhamento da Mini Copa Calipolense que teve início este fim-de-semana em Vila Viçosa.

O técnico das águias disse que o que aconteceu não devia ter acontecido, elogiando no entanto o trabalho desenvolvido pelo técnico principal, Jorge Jesus, dizendo que tudo foi feito para a situação tivesse acontecido ao contrário.

Questionado sobre o que falhou nesta época, Pietra disse que o trabalho de Jorge Jesus é inquestionável, não sendo fácil fazer uma análise muito profunda, e que existe um fator importante a ter em conta, o respeito pelo adversário, tendo havido empenho e vontade de ganhar por parte dos jogadores, equipa técnica e dirigentes do clube, pelo que neste momento não consegue justificar o que se passou.

A renovação de Jorge Jesus foi outro tema em análise pelo que a decisão da direção do Benfica em manter Jorge Jesus como treinador do clube foi uma boa opção.

{saudioplayer}http://radiocampanario.com/sons/Pietra.mp3{/saudioplayer}

Minervino José Lopes Pietra de 59 anos ao longo da sua carreira desportiva representou o Belenenses e o Benfica. Apareceu nas camadas jovens do Belenenses, sendo chamado à equipa principal na época de 1970/71. No ano seguinte assumiria a titularidade no conjunto do Restelo. Estreou-se na Selecção Nacional com apenas 19 anos. Era um jogador muito rápido, de excelente técnica, e que jogava tanto a lateral direito como esquerdo ou, ainda, no meio campo defensivo. O seu primeiro jogo com a camisola do S.L.Benfica aconteceu há 37 anos, no Brasil. No dia 15 de Agosto de 1976 debutou então como extremo-direito, numa partida com o Santa Cruz do Recife.

Um dos muitos pontos altos da sua brilhante carreira aconteceu na temporada futebolística 1977/78. Na 2ª eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus marcou os 2 golos com que os encarnados eliminaram (a duas mãos) o B 1903 Copenhaga.

 

Esteve 11 temporadas na Luz, conheceu 5 treinadores. Tinha 33 anos quando decidiu pendurar as chuteiras. As lesões terão precipitado tal decisão.

Populares